Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Papa no Iraque

“O Iraque ficará sempre no meu coração”, promete Francisco

07 mar, 2021 - 15:20 • Filipe d'Avillez , Aura Miguel

O Santo Padre despediu-se dos cristãos do Iraque prometendo que leva de volta para Roma os seus sofrimentos e angústias.

A+ / A-
“O Iraque ficará sempre no meu coração”, promete Francisco
“O Iraque ficará sempre no meu coração”, promete Francisco

O Papa Francisco garantiu este domingo aos cristãos do Iraque que o país ficará sempre no seu coração.

Francisco celebrou missa para milhares de pessoas no estádio Franso Hariri, em Erbil, no Curdistão iraquiano, e no final dirigiu uma saudação especial aos presentes, prometendo que não os esquecerá.

“Agora, aproxima-se o momento de voltar para Roma. Mas o Iraque ficará sempre comigo, no meu coração. Peço a todos vós, queridos irmãos e irmãs, que trabalheis juntos e unidos por um futuro de paz e prosperidade que não deixe ninguém para trás nem discrimine ninguém.”

O Papa mostrou ainda que tudo o que viu nos últimos dias o marcou profundamente. “Nestes dias que passei no vosso meio, ouvi vozes de sofrimento e angústia, mas ouvi também vozes de esperança e consolação.”

“Asseguro-vos as minhas orações por este amado país. De modo particular, rezo para que os membros das várias comunidades religiosas, juntamente com todos os homens e mulheres de boa vontade, cooperem para forjar laços de fraternidade e solidariedade ao serviço do bem comum e da paz. Salam, salam, salam! Shukrán”, disse Francisco, usando a palavra árabe para “obrigado”.

O Papa fez questão ainda de agradecer a presença de Sua Santidade Mar Gewargis III, Catolicós-Patriarca da Igreja Assíria do Oriente, que não está em comunhão com Roma, mas que esteve na missa como ato de proximidade ecuménica.

A Igreja Assíria do Oriente é uma das várias igrejas presentes nesta região do Iraque. Tem as mesmas raízes do que as igrejas caldeia e siríacas, católicas e ortodoxas, mas tem a particularidade de não estar em comunhão com qualquer outra igreja apostólica. Este isolamento levou a que os seus fiéis e a sua hierarquia fossem perseguidos de forma ainda mais dura do que outras, que sempre tinham uma rede de apoio no exterior, ao ponto de os patriarcas da Igreja Assíria do Oriente se terem mudado para Chicago, no início do Século XX. Recentemente, porém, o patriarcado foi mudado de volta para o Iraque e encontra-se agora em Erbil.

Terminada a celebração da missa o Papa regressa a Bagdad, onde passará a noite. A viagem de volta para Roma só acontece na segunda-feira, após uma cerimónia de despedida, mas não haverá mais intervenções públicas de Francisco em solo iraquiano.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+