A+ / A-

Eleições Europeias

PAN não reelege mas não assume derrota

10 jun, 2024 - 00:37 • Carlos Calaveiras

Pedro Fidalgo Marques e Inês Sousa Real não falam em derrota, apesar de terem perdido o lugar no Parlamento Europeu.

A+ / A-

O candidato europeu do PAN, Pedro Fidalgo Marques, lamenta não ter conseguido eleger para o Parlamento Europeu.

“O nosso mandato foi perdido em 2020 e queríamos resgatá-lo”, afirmou.

Pedro Fidalgo Marques justificou o mau resultado com as “novas forças que em 2019 não existiam”, o “crescimento da direita e extrema-direita”.

Apesar da derrota, Pedro Fidalgo Marques garante: “O PAN fez o seu caminho, está cá inequivocamente para as causas que representa, mais ninguém tem esta preocupação ambientalista e da proteção animal. O PAN nunca vai desistir dos animais e da Natureza”.

“Podem contar com o PAN e ele estará presenta na linha da frente, sem medo de ir contra qualquer interesse instalado”, assegura.

Já a líder do PAN, Inês Sousa Real referiu: “Partimos para estas eleições a tentar resgatar o lugar que nos foi tirado em 2020 e sabíamos que seria muito difícil”.

“Em democracia há alturas que ganhamos e alturas em que perdemos”. O Parlamento Europeu “ficou mais pobre sem esta representação”.

Inês Sousa Real acrescenta, no entanto: “Não podemos encarar a não eleição no Parlamento Europeu como uma derrota. Temos ciclos políticos tão curtos em que o eleitorado se tende a desmobilizar, é um fenómeno transversal a vários partidos”.

O PAN perdeu 100 mil votos em relação à eleição de 2019 e não conseguiu eleger para o Parlamento Europeu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+