A+ / A-

Europeias 2024

“Freed from Desire”. IL chega de Smart a Bruxelas, Cotrim ao volante, Ana Martins à pendura

10 jun, 2024 - 01:40 • Filipa Ribeiro

Noite de “grande vitória”, na opinião dos liberais que fazem as malas pela primeira vez para Bruxelas. Iniciativa Liberal estreia-se no Parlamento Europeu. João Cotrim de Figueiredo leva Ana Martins depois de uma percentagem que esbarrou no terceiro partido mais votado.

A+ / A-

Veja também:


A festa foi muita na sede escolhida pelos liberais para a noite eleitoral. Iluminada de azul a garagem das oficinas do Metro nas Calvanas, em Lisboa, acolheu dezenas de familiares e membros da Iniciativa Liberal (IL) para a noite que sempre se assumiu que seria de vitória. A campanha ajudou a sonhar com a eleição do primeiro eurodeputado do partido e a possibilidade de um segundo. Com a sala quase vazia ficou-se a saber do aumento da afluência nestas eleições europeias, facto que ajudou a encher os pulmões dos liberais que, na voz do deputado Bernardo Blanco, pediram que o voto em mobilidade fosse replicado nos próximos atos eleitorais.

Pouco depois saíram as projeções que aumentaram os decibéis de histeria e festa entre os liberais, surpreendidos com a hipótese da eleição de três deputados. Assim sendo, para além de João Cotrim e de Figueiredo e Ana Martins, também António Costa Amaral seria eleito.

Uma possibilidade que deixou o engenheiro nervoso, a andar de um lado para o outro na sala. Nesse momento, Bernardo Blando voltou a subir a palco para recordar e reagir à garantia da eleição de um eurodeputado, referindo que o partido agora estaria em “todos, todos, todos” os parlamentos. O deputado e vice-presidente liberal não quis festejar três deputados, mas optou pela “derrota dos extremismos, do PCP, do Bloco de Esquerda e do Chega” que falharam nas expectativas.

Entre "selfies" que os jovens pediam a Bernardo Blanco e conversas entre os vários membros do partido esperou-se com muita ansiedade pela chegada de João Cotrim de Figueiredo. Na sala estiveram sempre a "número dois" da lista de candidatos, Ana Martins, que acabou eleita, e vários deputados: para além de Bernardo Blanco, esteve a jovem Patrícia Gilvaz, Rodrigo Saraiva, Mariana Leitão, Joana Cordeiro e mais tarde Rui Rocha, presidente do partido.

No fundo do palco, os liberais tinham um painel com transmissão dos quatro canais televisivos com emissão especial eleições. Sempre que eram transmitidos discursos de outros partidos o som baixava e os liberais escutavam com atenção. Um exercício que rapidamente terminou depois de confirmada a eleição de João Cotrim de Figueiredo.

O cabeça de lista às europeias é confirmado e na sala em "loop" passou a estar a música “Freed from Desire”, dos Gala, que na Iniciativa Liberal se canta com letra adaptada: “Eles até caem quando o Cotrim mostra os dentes”, entoavam abraçados os liberais.

Já João Cotrim de Figueiredo e Rui Rocha estariam no edifício quando é eleita Ana Martins, a açoriana que já tinha sido o quarto nome na lista da IL nas últimas europeias e que nas legislativas foi cabeça de lista pelos Açores. Depois de várias alternativas musicais, “Freed from Desire” voltou em "repeat".

Foi a oficialização da eleição de dois eurodeputados que convenceu João Cotrim de Figueiredo e Rui Rocha a descer ao piso 0. Depois de uma campanha unipessoal, Cotrim de Figueiredo fala de uma vitória do partido, enquanto Rui Rocha fala de uma vitória do partido e do candidato.

Em palco, Cotrim de Figueiredo gritou: “Que grande vitória da Iniciativa Liberal”, acrescentado que vai para Bruxelas, “mas não sozinho”. O agora eurodeputado recuperou ainda o slogan que utilizou nas primeiras campanhas: “o liberalismo funciona e faz falta a Portugal”. Cotrim de Figueiredo fala de uma vitória de toda a Iniciativa Liberal, desde Rui Rocha aos outros membros, e realçou com confiança que o partido é o único “capaz de combater os oportunistas que apelam ao medo, inveja e que mostra que se pode combater tudo o que corrói a democracia. É a única força política que sabe ir buscar o voto dos descontentes”, disse.

Quando desceu foram muitos os abraços e beijos em fila a Cotrim de Figueiredo, acompanhado por Ana Martins. Os dois têm já malas feitas para Bruxelas e podem utilizar um Smart, de dois lugares.

Já Rui Rocha que também fala de uma vitória do partido, pediu um favor a Marta Temido para gritar que a Iniciativa Liberal é a vencedora da noite. “Com a devida autorização de Marta Temido, a Iniciativa Liberal é mesmo partido vencedor desta noite”, afirmou.

À semelhança do que aconteceu durante toda a campanha Rui Rocha assumiu o segundo plano nesta noite eleitoral e deixou todos os abraços para João Cotrim de Figueiredo. A quem agradeceu pelo trabalho que tem feito no partido.

Vencedores, estreantes e desiludidos. O filme de uma noite europeia cheia de leituras nacionais
Vencedores, estreantes e desiludidos. O filme de uma noite europeia cheia de leituras nacionais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+