Tempo
|
Autores
A+ / A-

Filipa Ribeiro


O amor pela rádio não se explica. O meu cresceu nos estúdios da Universidade da Beira Interior, depois de ter deixado para trás o Norte, onde cresci, e o Conservatório de Música.

A primeira passagem pela Renascença foi em 2019 e quis o destino que voltasse a esta redação depois de dois anos na rádio do Observador.