Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

​Novo Governo

Gonçalo da Câmara Pereira. "Não fui convidado" para a tomada de posse do Governo

02 abr, 2024 - 20:40 • Pedro Mesquita

"Devem ter-se esquecido, mas sem stress. Não há problema", revelou o líder do PPM, em declarações à Renascença.

A+ / A-
Gonçalo da Câmara Pereira não foi convidado para a tomada de posse do Governo
“Não fui convidado, devem ter-se esquecido", afirma Gonçalo da Câmara Pereira

Gonçalo da Câmara Pereira, líder do Partido Popular Monárquico (PPM) que integra a Aliança Democrática (AD), revela à Renascença que não foi convidado a assistir à tomada de posse do novo Governo.

Com o discurso do novo primeiro-ministro, Luís Montenegro, em pano de fundo, na televisão, Gonçalo da Câmara Pereira explica porque ficou em casa e não esteve na cerimónia realizada esta terça-feira no Palácio da Ajuda, em Lisboa.

“Não fui convidado, devem ter-se esquecido. O protocolo deve ter-se esquecido, mas sem stress. Não há problema. Não estou minimamente preocupado, estou mais preocupado com o país”, afirmou o líder do PPM.

Confia nas soluções e nas escolhas para este novo Governo? “Pedi aos nossos eleitores que apostassem. Espero bem que eles cumpram, depois, as suas obrigações, que é cumprir o programa. Vamos lá ver”, respondeu o líder do PPM.

O primeiro-ministro, Luís Montenegro, e os 17 ministros do XXIV Governo Constitucional tomaram posse esta terça-feira, pelas 18h00, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa.

"Este Governo não está aqui de turno, nem para fazer o mais fácil", declarou o primeiro-ministro. Montenegro desafia o PS "a ser claro e autêntico quanto à atitude que vai tomar. Ser oposição democrática ou ser bloqueio democrático".

Montenegro alertou para a "ilusão" da ideia dos "cofres cheios" e elencou as prioridades: reduzir impostos, apresentar um plano de emergência para a Saúde e iniciar um diálogo com a oposição sobre combate à corrupção.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria
    03 abr, 2024 Palmela 10:42
    So gente maluca e que se esquece " de convidar o parceiro de coligacao!

Destaques V+