Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Legislativas 2024

"Santa paciência". Pedro Nuno Santos critica jornalistas e AD

29 fev, 2024 - 01:29 • Susana Madureira Martins, com Lusa

Secretário-geral do Partido Socialista considera que os comentadores só conhecem a parte editada dos seus discursos.

A+ / A-
Pedro Nuno Santos critica AD e jornalistas
Reportagem de Susana Madureira Martins

Veja também:


O secretário-geral do PS criticou esta quarta-feira os jornalistas, para dizer que os comentadores só conhecem dos seus discursos a parte editada, razão pela qual concluem que faz essencialmente uma campanha de ataque aos adversários.

Esta crítica à comunicação social foi feita por Pedro Nuno Santos no início da sua intervenção no comício de Santarém, na Casa do Campino, em que começou por se referir aos jornalistas que acompanham a sua campanha.

"Aos jornalistas que têm andado connosco e que me têm acompanhado, façam o favor de dizerem lá nas redações que nós gastamos a maior parte do tempo a falar sobre o que queremos para o país e não a falar sobre os nossos adversários. É que depois editam e os comentadores só veem a parte editada e pensam que só falamos dos nossos adversários", declarou, recebendo muitas palmas.

Segundo Pedro Nuno Santos, em todos os comícios, fala "de duas ou três áreas" do programa do PS. Seleciona, porque "se não levaria horas e não pode ser".

"Mas, santa paciência, temos um adversário que quer andar para trás e temos a obrigação de denunciar. E vamos continuar a combater. Tenham santa paciência", afirmou logo a seguir.

Depois, o secretário-geral do PS recebeu uma prolongada ovação quando se referiu à atuação da Aliança Democrática (AD) nesta campanha.

"Trazem Passos Coelho para a campanha, lembram os cortes nas pensões, querem recuar na interrupção voluntária da gravidez e nos direitos das mulheres e querem que se fique calado? Nem um passo atrás", prometeu, elevando o tom da sua voz.

Depois, neste contexto, voltou a referir-se aos jornalistas.

"Se nas redações não ligarem aos jornalistas maravilhosos que nos acompanham, a alternativa é passarem na íntegra a minha intervenção", concluiu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+