A+ / A-

Crise política na Madeira

Madeira. "É necessário que haja eleições antecipadas a partir de 24 de março" diz PCP

17 fev, 2024 - 17:15

Ireneu Barreto vai manter o Governo Regional, de gestão, em funções, até Marcelo Rebelo de Sousa decidir se dissolve a Assembleia Legislativa.

A+ / A-

O secretário-geral do PCP disse este sábado que a decisão do representante da República para a Madeira, Ireneu Barreto, em manter o Governo Regional de gestão indicia "a necessidade de haver eleições antecipadas".

"Era uma das hipóteses que estavam em cima da mesa, esta possibilidade que o senhor representante da República decidiu avançar. Indicia um aspeto importante, que é a necessidade de haver eleições antecipadas. Vamos ficar com um governo de gestão (...) que está limitado", realçou aos jornalistas Paulo Raimundo, que participava em Lisboa numa arruada da Juventude CDU.

O dirigente sublinhou que "a questão mais importante" é a necessidade haver eleições antecipadas.

"Indicia o desfecho que nós achamos que era necessário que haja eleições antecipadas a partir de 24 de março", acrescentou.

Ireneu Barreto vai manter o Governo Regional, de gestão, em funções, até o chefe de Estado decidir se dissolve a Assembleia Legislativa, o que só poderá ocorrer depois de 24 de março.

"Em suma, considero ser preferível manter a atual situação do XIV Governo Regional -- o qual permanecerá em funções de gestão por poucas semanas, eventualmente prolongadas em caso de agendamento de eleições --, a nomear já um novo Governo Regional, que, ainda mesmo antes de conhecer os assuntos pendentes, poderia dentro em pouco entrar também em funções de gestão", afirmou hoje o representante da República para a Madeira, numa declaração aos jornalistas no Palácio de São Lourenço, no Funchal.

O líder do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, demitiu-se depois de ter sido constituído arguido no âmbito de um processo em que são investigadas suspeitas de corrupção na região, o que levou à queda do seu executivo, de coligação PSD/CDS-PP, com o apoio parlamentar do PAN.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+