Tempo
|
A+ / A-

"Até estou a andar." Galamba diz ter condições para continuar no Governo

10 mai, 2023 - 18:22 • Filipa Ribeiro , Diogo Camilo

Ministro das Infraestruturas remeteu esclarecimentos para o primeiro-ministro, que recusou o seu pedido de demissão na passada semana.

A+ / A-

O ministro das Infraestruturas, João Galamba, diz ter condições para continuar após o seu pedido de demissão ter sido recusado pelo primeiro-ministro, António Costa, na passada semana.

Questionado pelos jornalistas à entrada de um evento em Lisboa, João Galamba remeteu mais esclarecimentos para a comissão parlamentar de inquérito à gestão da TAP.

“Não vê que tenho imensas condições? Até estou a andar. Não tenho nada a acrescentar face ao que foi dito pelo primeiro-ministro”, disse.

Esta foi a primeira vez que o ministro das Infraestruturas falou desde a polémica que levou a que apresentasse o pedido de demissão. João Galamba participou no 32º Digital Business Congress, organizado pela APDC e, à saída do evento, evitou prestar mais esclarecimentos.

Galamba apresentou a demissão ao primeiro-ministro a 2 de maio "em prol da necessária tranquilidade institucional", que António Costa não aceitou. A polémica teve início uma semana antes, depois de um adjunto do Ministério das Infraestruturas ter sido exonerado "por ter adotado comportamentos incompatíveis com os deveres e responsabilidades inerentes ao exercício de funções de adjunto de um gabinete ministerial".

Frederico Pinheiro acusou depois o Ministério das Infraestruturas de querer omitir informação à comissão de inquérito à TAP sobre a "reunião preparatória" com a ex-presidente executiva (CEO).

O caso envolveu denúncias contra Frederico Pinheiro por violência física no Ministério das Infraestruturas e furto de um computador portátil, já depois de ter sido demitido, e a polémica aumentou quando foi noticiada a intervenção do SIS na recuperação desse computador.

O episódio gerou uma divergência pública entre o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, em torno da manutenção no Governo do ministro das Infraestruturas, João Galamba.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Americo
    10 mai, 2023 Leiria 21:36
    Boa noite. Ainda goza. Que País este ?

Destaques V+