Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Chega quer demissão de Gomes Cravinho e faz apelo a Marcelo

20 jan, 2023 - 12:32 • Tomás Anjinho Chagas , Joana Azevedo Viana

"Aqui não há duplas interpretações. É evidente que João Gomes Cravinho mentiu ao Parlamento", defende André Ventura.

A+ / A-

O presidente do Chega defendeu esta sexta-feira, no Parlamento, que o ministro dos Negócios Estrangeiros não tem condições para continuar no cargo, após ter sido revelado que terá sabido da derrapagem nas obras no Hospital Militar de Belém quando era ministro da Defesa.

Em declarações aos jornalistas, André Ventura acusou Gomes Cravinho de mentir conscientemente aos deputados para se proteger, quando foi chamado a prestar esclarecimentos sobre a operação Tempestade Perfeita.

"Aqui não há duplas interpretações. É evidente que João Gomes Cravinho mentiu ao Parlamento, mentiu conscientemente e mentiu sabendo que estava a querer proteger-se a si ou a proteger Alberto Coelho ou os outros envolvidos na operação Tempestade Perfeita."

Nas mesmas declarações, Ventura revelou que o partido vai pedir a Marcelo Rebelo de Sousa para pressionar o primeiro-ministro a demitir o chefe da diplomacia portuguesa.

"O nosso apelo vai ser feito hoje ao Presidente da República para que exerça a sua função de contrapeso e de magistratura de influência e que deixe claro a António Costa que João Cravinho não pode continuar no Governo."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+