Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

​PSD vai pedir clarificação sobre preços da energia e critica Governo

02 ago, 2022 - 13:46 • Manuela Pires , Cristina Nascimento

Vice-presidente do partido considera ainda que o Governo passou um atestado de incompetência à Administração Pública.

A+ / A-

O PSD vai pedir à Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) uma clarificação sobre os preços da energia. Em causa estão as recentes declarações do presidente da Endesa, Nuno Ribeiro da Silva, segundo o qual o preço da eletricidade vai aumentar 40% no próximo mês.

“O PSD entende que, para esclarecer cabalmente toda esta questão, e sabermos realmente, de forma clara e transparente, qual o verdadeiro efeito do mecanismo travão nos preços a pagar por todos os consumidores, sejam eles domésticos, industriais, de contratos fixos, o PSD vai solicitar desde já e de imediato à ERSE que seja feita e publicada de forma transparente, rigorosa e robusta uma análise séria sobre este tema”, anunciou o vice-presidente do PSD, Miguel Pinto Luz, numa declaração aos jornalistas na sede do partido, em Lisboa.

Pinto Luz criticou ainda a reação do Governo às declarações do presidente da Endesa. O gabinete de António Costa fez saber que foi assinado um despacho determinando que as faturas relativas ao fornecimento de energia pela Endesa aos serviços e entidades do Estado só podem ser pagas após validação pelo secretário de Estado do Ambiente e da Energia, João Galamba.

“É uma postura inaceitável, com laivos quase persecutórios, claramente uma intromissão nas regras de mercado, um despacho dirigido a uma empresa e não a quem deveria ser dirigido: aos portugueses, aos consumidores, com soluções para os seus problemas”, diz Pinto Luz.

O social-democrata considera que este despacho “é um atestado de incompetência à administração pública”, por dar “a entender que o senhor primeiro-ministro e o senhor secretário de estado são os únicos capazes de garantir a qualidade do gasto público”.

Já a Iniciativa Liberal (IL) acusa o PS de prepotência e retaliação ao determinar que os serviços do Estado não podem pagar faturas da Endesa sem validação, considerando ser a versão moderna de “quem se mete com o PS leva”.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • EU
    02 ago, 2022 PORTUGAL 14:00
    Nuno Ribeiro da Silva foi Secretário de Estado da energia num governo do PSD. Hoje é ELEMENTO da Endesa. Se o preço aumenta, de quem será a culpa? Do governo, da endesa, ou da BALBÚRDIA que liga a Política às empresas privadas? Sim, Senhor Pinto Luz. Veja BEM, a água que vem por aí ABAIXO desde a nascente até à foz de quem É? Que EU saiba é de NINGUÉM, mas ao mesmo tempo É de todos. Devo dizer que sempre FUI e sempre serei ANTI ESQUERDA, para melhor o Senhor compreender o meu raciocínio. Se as BARRAGENS foram construidas nos RIOS, deveriam ter sido salvaguardados os interesses desses " NINGUÉM " ou desses utilizadores da ELETRICIDADE, não acha? Que EU saiba as BARRAGENS servem para gerar ELETRICIDADE e não BOMBONS ou chocolate. Claro que a retenção da água, hoje, dá para o Senhor dos BARCOS andar Douro acima com PAQUETES, quando em tempos idos eram os BARQUEIROS a levaram vinho no lugar de turistas. Assim sendo, Senhor Pinto Luz, não venha agora entreter-nos com PALAVREADOS que de nada nos servem. Vou dar-lhe um exemplo. Neste fim de semana fui até à Sua Cidade, CASCAIS passar uns dias. Em combustível pouco gastei, mas em PORTAGENS gastei mais que COMBUSTÍVEL. Não duvide Senhor Pinto Luz. E sabe porque razão menciono o Seu Nome? Porque o Senhor foi Candidato ao Partido que também CRIOU esta PORCARIA das Públicas/Privadas, quando os fundos comunitarios era destinados apenas ao SECTOR PÚBLICO. Como este País podia ser um MAR DE ROSAS se bem GERIDO. A culpa não é minha.

Destaques V+