Tempo
|
A+ / A-

Nuno Melo com "vontade de ser candidato" à liderança do CDS

11 fev, 2022 - 20:30 • Lusa, com redação

Anúncio poderá acontecer na próxima semana. Eurodeputado não irá "perder um minuto a falar do passado ou a fazer ajustes de contas".

A+ / A-

O eurodeputado Nuno Melo afirmou hoje que a sua vontade é ser candidato à liderança do CDS-PP e que poderá formalizar esse anúncio na próxima semana, dizendo "contar com todos" no partido.

Nuno Melo falava aos jornalistas à entrada para o Conselho Nacional do CDS-PP, que se realiza esta sexta-feira na sede do partido, em Lisboa.

O eurodeputado assegurou que não irá "perder um minuto a falar do passado ou a fazer ajustes de contas", tendo chegado acompanhado de cerca de duas dezenas de pessoas, entre elas a deputada Cecília Meireles, e com alguns aplausos.

O presidente do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, apresentou a demissão na noite das legislativas, em que o partido sofreu uma pesada derrota, não conseguindo eleger qualquer deputado pela primeira vez em 47 anos.

O CDS-PP deverá ter um congresso para a eleição de uma nova direção nos dias 9 e 10 de abril e Rodrigues dos Santos não será candidato.

Em declarações aos jornalistas, à margem do Conselho Nacional desta sexta-feira, o ainda líder do CDS afirmou que, nos dois anos da sua liderança, "os adversários do CDS não estiveram lá fora", mas dentro do partido, e assegurou que vai continuar "por aqui".

"O "fogo amigo" matou", afirmou Francisco Rodrigues dos Santos, numa declaração aos jornalistas, sem perguntas, depois de ter falado perante o Conselho Nacional e em que esteve ladeado pela sua direção.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+