Tempo
|
A+ / A-

Legislativas: Rio responde a jornalista em alemão e conferência de imprensa termina mais cedo

31 jan, 2022 - 00:02 • Lusa

O presidente do PSD admite sair se António Costa conseguir a maioria absoluta.

A+ / A-
“Não vejo como posso ser útil”. Rio responde a jornalista em alemão no discurso de derrota
“Não vejo como posso ser útil”. Rio responde a jornalista em alemão no discurso de derrota

Veja também:


O presidente do PSD respondeu hoje a uma pergunta de um jornalista em alemão, dizendo já ter explicado tudo "em português correto", e sob apupos dos apoiantes presentes, a conferência de imprensa foi encerrada antes do previsto.

Em resposta à RTP, no hotel onde o PSD acompanhou a noite eleitoral, Rui Rio já tinha admitido deixar a liderança do PSD caso se confirme uma maioria absoluta do PS nestas eleições legislativas, considerando que dificilmente será útil nessa conjuntura.

Perante a insistência do jornalista da CMTV para que esclarecesse se se vai demitir nesse cenários, muitos dos apoiantes começaram a assobiar e apupar, e Rio respondeu em alemão, uma língua que domina por ter estudado no Colégio Alemão.

"Quer em alemão? Se quiser também posso dizer em alemão", afirmou, nessa língua.

Depois dessa resposta, o jornalista voltou a insistir, dizendo não perceber alemão, e os presentes começaram a gritar "PSD, PSD, PSD".

"Eu já disse uma data de vezes, eu não sou de dramas, já disse em português correto, já disse em alemão. Não percebeu, não sei o que hei de fazer mais. Já disse que eu sou o primeiro a não conseguir argumentar depois de o PS ter uma maioria absoluta. Como é que posso ser útil ao PSD continuando no lugar? Não é preciso fazer aqui um drama", afirmou Rui Rio.

Depois disso, a assessoria do PSD indicou que não existiriam mais perguntas, apesar de estarem previstas questões de pelo menos mais sete órgãos de comunicação social.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+