Tempo
|
A+ / A-

Vítor Moreira, Hugo Carvalho e João Montenegro na direção de campanha de Rio

24 out, 2021 - 15:44 • Lusa

O presidente do PSD, Rui Rio, apresentou publicamente na sexta-feira a sua recandidatura ao cargo.

A+ / A-

O deputado Hugo Carvalho, o dirigente João Montenegro e o presidente da Assembleia de Secção do PSD de Vila Nova de Famalicão, Vítor Moreira, integram a direção de campanha de Rui Rio para as diretas no partido.

De acordo com um comunicado da candidatura, a direção de campanha do atual presidente e recandidato ao cargo, encabeçada pelo vice-presidente do PSD Salvador Malheiro, integra “para já” nomes como Vitor Moreira e Rui Rufino, secretário distrital do PSD de Santarém.

O deputado Hugo Carvalho, cabeça de lista pelo Porto nas últimas legislativas, e João Montenegro, secretário-geral adjunto da atual direção (cargo que já ocupou durante a liderança de Pedro Passos Coelho) e antigo diretor de campanha de Santana Lopes nas eleições diretas de 2018 são os outros nomes avançados, numa estrutura a que se “juntarão ainda outros destacados militantes a anunciar brevemente”, segundo a candidatura.

O presidente do PSD, Rui Rio, apresentou publicamente na sexta-feira a sua recandidatura ao cargo, uma semana depois de o eurodeputado Paulo Rangel ter anunciado ser candidato às diretas.

A direção de campanha da candidatura de Paulo Rangel à presidência do PSD é liderada pelo seu assessor Pedro Esteves e integra o deputado Emídio Guerreiro, o ex-presidente do PSD/Setúbal Bruno Vitorino e o líder do PSD/Coimbra, Paulo Leitão.

O Conselho Nacional do PSD marcou eleições diretas para eleger o presidente do partido para 04 de dezembro e o Congresso para entre 14 e 16 de janeiro, em Lisboa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+