A+ / A-

Pandemia

Eurico Brilhante Dias. "É evidente que ninguém ganhou com a Covid-19"

24 set, 2021 - 00:13 • André Rodrigues

Secretário de Estado para a Internacionalização lamenta a interpretação que foi dada à afirmação segundo a qual Portugal ganhou com a pandemia. "Lamento se não fui claro e se a interpretação que fizeram das minhas palavras pareceu ser uma desvalorização desta pandemia, eu só tenho de lamentar e, naturalmente, retificar", referiu à TVI24.

A+ / A-

O secretário de Estado para a Internacionalização nega que, em momento algum, tenha tido a intenção de desvalorizar a pandemia e os seus impactos.

Em declarações na noite desta quinta-feira à TVI24, Eurico Brilhante Dias disse lamentar a interpretação que foi dada à afirmação proferida em Paris, segundo a qual o governante disse que Portugal ganhou com a Covid-19.

Na clarificação do que pretendeu dizer, Brilhante Dias frisou que essa foi a resposta a uma pergunta sobre a perceção externa de Portugal no combate à pandemia.

"As minhas declarações são declarações de valorização da forma como o país enfrentou a Covid-19 e à marca Portugal, à forma como somos vistos no exterior, a forma como o país se mobilizou para enfrentar a pandemia é vista positivamente", assinalou.

Retificando o que disse esta quinta-feira durante a manhã, Eurico Brilhante Dias disse ser "evidente que ninguém ganhou nada com a Covid-19, o evento mais duro de saúde pública que tivemos durante um século".

"Se as minhas palavras, de alguma forma, pareceram que eu estava a desvalorizar esta pandemia, de todo. Lamento se não fui claro e se a interpretação que fizeram das minhas palavras pareceu ser uma desvalorização desta pandemia, eu só tenho de lamentar e, naturalmente, retificar", concluiu Eurico Brilhante Dias que afastou um cenário de demissão como consequência deste caso.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • EU
    24 set, 2021 PORTUGAL 11:39
    O grande MAL destas Pessoas é não saberem que aquilo que dizem, está DITO. Recuar e dizerem que foram mal ENTENDIDOS é de quem aprendeu POUCO enquanto ALUNO da disciplina de Português. Quando alguém pucha o GATILHO de uma arma, nunca mais tem possibilidade de DESVIAR a bala, pois ela vai atingir o ALVO e fazer estragos. Como costumo dizer, quem não SABE SER, que não O seja.
  • Americo
    24 set, 2021 Leiria 08:33
    Cambada de "tristes"................ Só temos o que merecemos. Nós sociedade civil, temos que acabar com isto. Que houve uma gestão política da pandemia, não haverá grandes dúvidas.

Destaques V+