Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Marcelo despede-se da Ucrânia. "Claro que hei de cá voltar"

24 ago, 2023 - 18:40 • José Pedro Frazão (enviado da Renascença à Ucrânia) com redação

O Presidente da República aproveitou a última tarde em Kiev para passear pela cidade e tirar fotografias com os locais.

A+ / A-
Marcelo despede-se da Ucrânia. "Claro que hei de cá voltar"
Ouças as declarações de Marcelo Rebelo de Sousa em Kiev

Marcelo Rebelo de Sousa passeou na tarde desta quinta-feira pelas ruas de Kiev, no segundo e último dia de visita à Ucrânia, que comemora a Independência.

Nas declarações que prestou aos jornalistas, o Presidente da República fez questão de descrever o bom ambiente que presenciava, ao passar por "uma avenida cheia de tanques e um jardim com várias bandeiras que ucranianos e gente de todo o mundo vai aqui depositando".

"As esplanadas estão cheias de jovens, é uma cidade e um povo muito jovem", destacou Marcelo. "É impressionante ver a diferença entre isto e aquilo que víamos na televisão há três, quatro ou cinco meses. É outro país, outra cidade. Mais do que um sinal, é uma certeza de esperança", considerou.

"As pessoas respeitam os alarmes, vão para os bunkers, mas de facto o à-vontade e a alegria com que se movem, neste outono que parece quase primavera, a caminho do verão… quente, com esta luminosidade, o pôr-do-sol e uma cervejinha… soube muito bem", revelou o Presidente.

Marcelo com Pacheco Pereira em Kiev. Foto: José Pedro Frazão/RR
Marcelo com Pacheco Pereira em Kiev. Foto: José Pedro Frazão/RR

Questionado sobre se gostaria de regressar à Ucrânia, o representante português não escondeu a satisfação pela visita e o desejo de regressar.

"O meu mandato ainda dura mais dois anos e meio, portanto claro que hei de cá voltar", assegurou, depois de ter já manifestado o desejo de que o homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky visitasse Portugal.

As 'selfies' pelas quais é conhecido o Presidente da República portuguesa não são exclusivas ao território nacional, e Marcelo felicitou-se com a receção dos ucranianos, com quem trocou algumas palavras. "Muitos ucranianos com o polegar para cima. E os que viram a intervenção desta manhã estavam a dizer que perceberam, o que quer dizer que não falei muito mal ucraniano", disse ainda o Presidente.

Marcelo Rebelo de Sousa deixa a Ucrânia esta quinta-feira, depois de uma visita de dois dias em que manifestou a solidariedade e o apoio incondicional ao país sob o ataque da Rússia desde fevereiro de 2022.

Sobre a sua visita diplomática à Ucrânia, Marcelo Rebelo de Sousa diz que leva "memórias boas" e destaca a "gentileza do povo e a categoria dos governantes".

O Presidente da República confessa que foi mesmo "uma surpresa" encontrar uma sociedade "aberta e desconfinada".

"Encontrei uma sociedade que avançou muitos passos e só quem está a liderar o processo pode garantir esta liberdade", considera, garantindo que "nunca" se sentiu em perigo.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+