Tempo
|
A+ / A-

Marcelo: Morte de Prigozhin "é irrelevante" para conflito na Ucrânia

24 ago, 2023 - 19:00 • José Pedro Frazão (enviado da Renascença à Ucrânia) , com João Malheiro

Sobre a sua visita diplomática à Ucrânia, o Presidente da República diz que leva "memórias boas" e destaca a "gentileza do povo e a categoria dos governantes".

A+ / A-

O Presidente da República considera que a morte de Prigozhin, confirmada pelas autoridades russas e por Vladimir Putin, é um facto "irrelevante" para a guerra na Ucrânia.

Para Marcelo Rebelo de Sousa, que falava aos jornalistas esta quinta-feira, no fim da sua visita à Ucrânia, a morte de Prigozhin "não altera nenhuma situação".

O chefe de Estado português realça que o importante é "como a Ucrânia vai levar por diante esta sua determinação. Como subirá na solidariedade internacional e como se vai reconstruir".

"O resto estava há muito decidido. Quem já não existia politicamente, não existia politicamente", sentenciou.

Sobre a sua visita diplomática à Ucrânia, Marcelo Rebelo de Sousa diz que leva "memórias boas" e destaca a "gentileza do povo e a categoria dos governantes".

O Presidente da República confessa que foi mesmo "uma surpresa" encontrar uma sociedade "aberta e desconfinada".

"Encontrei uma sociedade que avançou muitos passos e só quem está a liderar o processo pode garantir esta liberdade", considera, garantindo que "nunca" se sentiu em perigo.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+