Tempo
|
A+ / A-

Novo ano letivo com 95% dos horários com professores já atribuídos

23 ago, 2023 - 18:21 • João Pedro Quesado

64% dos 12.814 professores colocados são do quadro, mudando de escola para 2023/2024. Docentes colocados no concurso de contratação inicial são cerca de 4.600.

A+ / A-

Quase 13 mil docentes foram colocados em dois concursos de professores para o novo ano letivo. Segundo o ministro da Educação, as colocações correspondem a 95% dos pedidos feitos pelas escolas.

João Costa destacou que 64% dos 12.814 professores colocados são do quadro, mudando de escola, contrariando a tendência habitual de a maioria dos docentes colocados estarem a contrato. Para o ministro, é uma "redução notória da precariedade da classe docente".

Isso significa que apenas cerca de 4.600 docentes foram colocados no concurso de contratação inicial, ao qual mais de 35 mil professores eram candidatos.

O governante assegurou que haverá "duas reservas de recrutamento" até ao início das aulas, com quase 21 mil docentes "disponíveis para colocação" no início de setembro.

Numa conferência de imprensa, João Costa assinalou que foi pedido o preenchimento de mais 386 horários do que em 2022. Os horários por preencher concentram-se "no Sul do país" e nas disciplinas de Informática, Físico-Química, Biologia e Geologia.

O ministro da Educação sublinhou, também, que estão em vigor "as medidas tomadas para a aceleração da colocação dos professores em contexto de substituição", o que possibilita que as escolas contratem diretamente um professor quando não há um candidato disponível.

Durante a conferência de imprensa, a Direção-Geral da Administração Escolar publicou as listas de colocação dos concursos de mobilidade interna e de contratação inicial e reserva de recrutamento para o ano letivo 2023/2024.

O Presidente da República promulgou, na segunda-feira, o diploma relativo à contagem do tempo de serviço de professores, após vetar a primeira versão do documento.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ex-Professor
    23 ago, 2023 Felizmente 23:08
    Leiam o blog de Arlindo e o blog O meu Quintal, onde estas falácias do ministro são rebatidas ponto por ponto. Ou então não leiam e acreditem em tudo o que vos dizem, até a Realidade vos rebentar na cara.

Destaques V+