A+ / A-

Exclusivo Renascença

António Costa à Renascença: "JMJ é um grande sucesso"

03 ago, 2023 - 19:01 • Pedro Mesquita , Inês Braga Sampaio

Nas primeiras palavras na Jornada Mundial da Juventude, o primeiro-ministro elogia os discursos do Papa Francisco, que se dirigem "a todos, aos crentes e aos não crentes".

A+ / A-
António Costa à Renascença: "JMJ é um grande sucesso"

António Costa classifica, em declarações exclusivas à Renascença, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 como "um grande sucesso".

No Parque Eduardo VII, esta quinta-feira, após a Cerimónia de Acolhimento, o primeiro-ministro partilha do mesmo sentimento do Presidente da República: "Conseguimos."

"Isto é a demonstração de que esta Jornada é uma grande organização que requereu o esforço e o empenho de todos e é um grande sucesso", sublinha.

António Costa não espera ter dificuldades em deixar a Colina do Encontro, uma vez que "toda a gente tem consciência de que este momento de comunhão entre todos implica e exige de todos a sua parte".

Francisco fala "aos crentes e aos não crentes"


O primeiro-ministro gostou da Cerimónia de Acolhimento, "uma cerimónia religiosa mas diferente, com uma extraordinária vitalidade da juventude" que visita Portugal e que "foi chamada pelo Santo Padre" à JMJ.

Costa também elogia os vários discursos do Papa Francisco: "As mensagens que o Santo Padre tem transmitido dirigem-se a todos, aos crentes e aos não crentes. Mensagens importantes, de esperança, da necessidade de paz, de reconciliação com a natureza, de eliminação das desigualdades e de oportunidades para todos."

O chefe do Governo salienta, ainda, que a missa do dia 6, no Parque das Nações, "será um momento extraordinário".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Carlos Filipe
    04 ago, 2023 Óbidos 13:45
    Sucesso é também a distribuição dos milhares em contratos diretos com os amigos socialistas

Destaques V+