Tempo
|
A+ / A-

Mau tempo em Lisboa

"Evitem sair de casa, até mesmo deslocações para o trabalho", pede Proteção Civil

13 dez, 2022 - 07:42 • Olímpia Mairos

As previsões indicam que a precipitação vai voltar a ser intensa a meio da manhã e início da tarde.

A+ / A-

A Autoridade Nacional de Emergência à Proteção Civil (ANEPC) apelou esta terça-feira à população em Lisboa que “tome precauções redobradas, restrinja ao máximo a sua movimentação ao estritamente necessário e siga as indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança”.

O apelo é assim para que as pessoas ponderem a necessidade de saírem de casa e evitem mesmo as deslocações para o trabalho, saindo apenas quando for "estritamente necessário".

Apesar de a precipitação tender a diminuir a esta hora, prevê-se, no entanto, que volte a ser intensa dentro de quatro horas, indicou o comandante nacional da ANEPC em conferência de imprensa esta manhã.

“A situação que temos do Instituto Português do Mar e da Atmosfera é que a precipitação vai voltar a intensa a meio da manhã e princípio da tarde e, portanto, é natural que esta situação, do ponto de vista das das águas, vá demorar tempo e vai demorar a reposição da normalidade”, disse o comandante André Fernandes.

“Apelamos a todos que restrinjam ao máximo a circulação e ponderem as deslocações”, reforçou.

No ponto de situação feito pela Proteção Civil, o comandante nacional André Fernandes adiantou que várias artérias da Grande Lisboa estão intransitáveis e apelou à população para “restringir ao máximo a circulação”.

Não há vítimas a lamentar até ao momento. E segundo o responsável da Proteção Civil, “até agora, em Lisboa, as autoridades têm conseguido dar resposta”.

Dezenas de estradas na Grande Lisboa estão cortadas devido à chuva forte que cai desde a madrugada, durante a qual foram registadas mais de mil ocorrências, mais de 30% delas em Lisboa e sobretudo inundações.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • EU
    13 dez, 2022 PORTUGAL 14:58
    Estes LINDOS muros devem estar a pensar " e NÓS a vê-los parar ". A inteligência dos homens também gozam férias?

Destaques V+