Tempo
|
A+ / A-

Porto autoriza que coração de D. Pedro IV fique temporariamente no Brasil

22 jun, 2022 - 17:50 • Núria Melo com Redação

Uma das exigências colocadas é a do coração de D. Pedro seguir na cabine do avião e não no porão.

A+ / A-

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, anunciou, esta quarta-feira, que o coração do rei D. Pedro IV, que se encontra depositado na Igreja da Lapa, pode seguir para o Brasil, onde ficará temporariamente.

"É com enorme honra que anuncio que autorizo que o coração de D. Pedro IV, de Portugal, seja transladado para o Brasil", refere Rui Moreira.

A transladação do coração de D. Pedro, no âmbito das comemorações dos 200 anos da independência do Brasil, foi autorizada mesmo antes de estar concluído o processo de exame técnico levado a cabo pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS).

Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira. Transladação do coração D. Pedro IV Foto: Núria Melo/RR
Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira. Transladação do coração D. Pedro IV Foto: Núria Melo/RR
Chave do cofre do coração D. Pedro IV Foto: Núria Melo/RR
Chave do cofre do coração D. Pedro IV Foto: Núria Melo/RR
Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira. Transladação do coração D. Pedro IV Foto: Núria Melo/RR
Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira. Transladação do coração D. Pedro IV Foto: Núria Melo/RR

O presidente da Câmara do Porto afirmou que vai "acompanhar o transporte deste importante tesouro da cidade". O autarca diz que vai assegurar que "o vaso onde se encontra o coração do imperador do Brasil seja devidamente selado, bem como com um conjunto de garantias legais que terão de ser apresentadas ao Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal".

"O relatório ainda não está totalmente concluído", no entanto Rui Moreira garante que é seguro e espera que "tudo corra bem".

Uma das exigências colocadas é a do coração de D. Pedro seguir na cabine do avião e não no porão.

Ainda não são conhecidas as datas da tansladação, mas Rui Moreira já fez saber que o coração seguirá para o Brasil. Rui Moreira lembra que "a cidade do Porto se vai associar às celebrações dos 200 anos de independência do Brasil" que se realizam a 7 de setembro e por isso "nessa data o coração já deverá estar no Brasil", afirmou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Mario José Santos
    23 jun, 2022 São José - SC, Brasil 00:53
    Sou brasileiro e português e não concordo com o empréstimo do coração de D. Pedro I de Portugal/D Pedro I do Brasil ao Brasil, cujo objetivo do governo brasileiro é meramente eleitoreito, repetindo ato similar do governo da ditadura militar brasileira em 1972. Circo para Bolsonaro!

Destaques V+