Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Lisboa

Criança infetada com Covid-19 morre no Santa Maria

17 jan, 2022 - 16:35 • Ricardo Vieira

Menino de seis anos deu entrada "com um quadro de paragem cardiorrespiratória" e testou positivo ao novo coronavírus. As causas da morte estão a ser investigadas.

A+ / A-

Veja também:


Uma criança de seis anos morreu com teste positivo à Covid-19 no Hospital de Santa Maria, revelou o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN).

O menino faleceu no domingo e tinha dado entrada no Hospital de Santa Maria no dia anterior. A criança chegou "com um quadro de paragem cardiorrespiratória", refere o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, em comunicado.

As causas da morte estão a ser analisadas.

A criança tinha a primeira dose da vacina contra a Covid-19, tendo o CHULN notificado o caso ao Infarmed e à Direção-Geral da Saúde.

"O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte endereça as mais sentidas condolências à família", refere a instituição, em comunicado.

O Infarmed confirma que está a analisar o caso da criança que morreu no Hospital de Santa Maria com um teste positivo à Covid-19 e uma dose da vacina.

Fonte da Autoridade Nacional do Medicamento confirma que já foi notificada do óbito e, de imediato, começou a análise deste caso.

Desde a chegada da pandemia a Portugal, em março do ano passado, estão confirmadas as mortes de três crianças, entre os zero e os 9 anos de idade, com Covid-19, de acordo com os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 31 mortos e 21.917 infetados com Covid-19. Os números são avançados pelo relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta segunda-feira.

O documento ainda para um forte aumento do número de internados. Há agora 1.938 internados com Covid-19, mais 125 do que ontem, dos quais 174 em cuidados intensivos, mais seis do que ontem.

O relatório aponta ainda para um novo recuo do R, estando agora a 1,13, a nível nacional. Já a incidência a nível continua a subir, estando agora num valor superior a 3.840 casos por 100 mil habitantes.

[notícia atualizada às 19h45]

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • um pai
    18 jan, 2022 pt 03:14
    O título da notícia é execrável. Tenham ao menos respeito pelos pais neste momento de sofrimento. Que escreveu o título fraudulento e insultuoso, revela uma mente pervertida, sem qualquer respeito pela vida das crianças, vítimas de adultos irresponsáveis e prepotentes. A infeliz criança morreu de paragem cardio respiratória, não por ter testado positivo. Digam senhores jornalistas, até onde estão dispostos a dar cobertura à narrativa instalada, e que preço? É uma questão de tempo ou situação até que o gatilho se solte e as populações tenham uma explosão de raiva pelas aldrabices a que foram sendo sujeitas , Com todas as consequências que isso implicou para as suas vidas. As populações já atingiram o ponto de saturação, qualquer pequena situação mais revoltante servirá de gatilho, e nessa altura os senhores jornalistas deverão tb ser responsabilizados.

Destaques V+