Tempo
|
A+ / A-

Transtejo. Trabalhadores decidem quinta-feira se fazem greve na semana do Natal

06 dez, 2021 - 21:04 • Ana Carrilho

Esta segunda-feira, a administração propôs um aumento do subsídio de turno. Trabalhadores reúnem em plenário na quinta-feira para decidir se aceitam ou não e se farão greve entre 20 e 23 de dezembro.

A+ / A-

Os trabalhadores da Transtejo decidem na próxima quinta-feira se vão aceitar o aumento de subsídio de turno proposto esta segunda-feira pela administração da empresa e se avançam, ou não, com as greves já anunciadas para a semana do Natal.

Na reunião desta segunda-feira, a Transtejo propôs aos sindicatos um aumento no subsídio de turno de 13,34 euros mensais para quem faz um turno e de cerca de 36 euros para os trabalhadores que fazem dois turnos.

Além disso, tal como já aconteceu com os trabalhadores da Soflusa, os trabalhadores da Transtejo poderão ver o subsídio de assiduidade integrado no vencimento, com impacto imediato no valor da hora de trabalho e no que recebem de horas extraordinárias, mas também nas reformas.

Aumentos que, na prática, só se aplicam aos trabalhadores marítimos.

Na quinta-feira à tarde os trabalhadores da Transtejo reúnem em plenário, que decorre em Cacilhas, e vão decidir se aceitam ou se avançam mesmo paras as greves parciais de três horas por turno, agendadas para os dias 20 a 23 de dezembro e que têm impacto, especialmente nas horas de ponta da manhã e do fim do dia.

Por causa do plenário, as ligações da Transtejo entre o Cais do Sodré e Cacilhas, Montijo e Seixal deverão ser interrompidas assim como a ligação Belém-Porto Brandão-Trafaria.

Este ano os trabalhadores da Transtejo já fizeram diversas greves parciais. A última foi de cinco dias, na semana de 8 a 12 de novembro.

Os sindicatos, que representam todos os trabalhadores da empresa, frisa que as reivindicações salariais dizem respeito a este ano e podem ser suportadas tanto pelo orçamento da Transtejo como pelo Orçamento de Estado.

Consideram, por isso, que o chumbo do Orçamento e a realização de eleições não impedem os aumentos.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+