Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Reunião do Infarmed analisa alívio de restrições

16 set, 2021 - 08:18 • Redação com Lusa

Na reunião desta quinta-feira vão ser discutidos os cenários para o outono-inverno e o processo de desconfinamento.

A+ / A-

Especialistas e políticos voltam esta quinta-feira ao Infarmed, em Lisboa, para analisar a evolução da pandemia, numa altura em que Portugal está próximo de atingir a meta de 85% da população vacinada contra a Covid-19.

A reunião marcada para esta tarde acontece num contexto que o Presidente da República classifica como a “melhor situação epidemiológica do último ano e meio”. Mas o secretário de Estado adjunto e da saúde avisa, no entanto, que algumas medidas terão de manter-se. “É natural que – em função da evolução epidemiológica e do esquema vacinal – haja uma flexibilização das medidas, mas também em nome do bom-senso é natural que muitos de nós continuemos a andar de máscara”, disse Lacerda Sales.

Na reunião, que mantém o formato semi-presencial, participam o Presidente da República, o presidente da Assembleia da República e o primeiro-ministro.

Como tem sido habitual, a ministra da Saúde e grande parte dos especialistas estarão presentes e, desta vez, os diferentes partidos com assento parlamentar poderão enviar um elemento à reunião. Os restantes acompanharão os trabalhos por videoconferência.

Na semana passada, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, adiantou que neste encontro será debatida a nova etapa do processo de desconfinamento, num momento em que o país está próximo de concluir o plano de vacinação que arrancou no final de 2020 e a alcançar os 85% da população vacinada.

Neste encontro, será analisada a situação epidemiológica no país, a efetividade das vacinas, os cenários para o outono e inverno, entre outras questões relacionadas com a pandemia.

Estão criadas condições para novo alívio de medidas?

Sim, já estava previsto que quando Portugal chegasse aos 85% de vacinados se avançasse para a última fase da chamado plano de libertação. Pensava-se que seria em outubro, mas pode ser um pouco mais cedo dada a aceleração das vacinas. E o que vai estar em debate é precisamente a passagem a essa nova fase de levantamento de restrições e o que deve ou não manter-se em vigor.

Em concreto o que é que pode mudar?

O que o Governo tinha anunciado era que na última fase do desconfinamento os restaurantes e cafés podiam passar a funcionar sem limite de pessoas quer nas esplanadas, quer no interior. Outros estabelecimentos e atividades, incluindo os eventos culturais, também deixariam de ter lotação condicionada, à semelhança dos eventos familiares, como casamentos e batizados e até as discotecas poderiam reabrir.

O objetivo é ir acabando com as obrigatoriedades - as lotações, os certificados digitais, as máscaras, a higienização das mãos, são medidas que progressivamente devem deixar de ser impostas para passarem para o plano da responsabilidade individual.

O que deve continuar obrigatório é o uso de máscaras em espaços fechados.

Os certificados de vacinação podem acabar?

Máscaras, certificados digitais, lotações de espaços, higienização das mãos e todas as restrições impostas aos portugueses contra a Covid devem deixar de ser obrigatórias a partir do final do mês.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+