A+ / A-

Mapa Covid. Portugal tem mais concelhos com risco extremamente elevado

27 ago, 2021 - 14:26 • Redação

A lista é liderada por Marvão, que tem agora uma incidência cumulativa a 14 dias de 1.838 casos de Covid por 100 mil habitantes.

A+ / A-

Veja também:


Sobe de cinco para sete o número concelhos com risco extremamente elevado de Covid-19, avança o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado esta sexta-feira. Há agora 31 concelhos com risco elevado ou muito elevado.

A lista é liderada por Marvão, que passou de zero para uma incidência cumulativa a 14 dias de 1.838 casos de Covid por 100 mil habitantes.

No top da incidência seguem-se os concelhos de Boticas com 1.441 casos, Mourão com 1.397, Lagos com 1.364, Ribeira de Pena com 1.219, Albufeira com 1.047 e Beja com 1.002.

Segundo os dados divulgados pela DGS, há 236 concelhos com uma incidência superior a 120 casos de infeção pelo vírus SARS-COV-2 por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (mais 16).

Com risco muito elevado há agora 24 concelhos: Vale de Cambra, Campo Maior, Chaves, Covilhã, Sines, Alcanena, Sabrosa, São Brás de Alportel, Sousel, Lagoa (Algarve), Cuba, Portel, Esposende, Amares, Vila Verde, Montalegre, Faro, Moura, Arouca, Loulé, Fronteira, Vila Pouca de Aguiar, Portimão e Vila do Bispo.

Nove concelhos do país têm menos de 20 casos de incidência cumulativa nos últimos 14 dias: Alvaiázere, Alvito, Barrancos, Corvo, Lajes das Flores, Madalena, Penedono, Porto Moniz e Santa Cruz das Flores.

O concelho de Lisboa, que saiu da lista vermelha da Alemanha, tem agora 460 casos por 100 mil habitantes.


O município do Porto regista uma incidência cumulativa de 389 infeções de Covid-19 por 100 mil habitantes.

No final do mês de julho, o Conselho de Ministros definiu que o nível de risco na matriz de monitorização da pandemia de covid-19 passaria a fixar-se em 480 casos por 100 mil habitantes a 14 dias em vez dos anteriores 240, decidindo também que deixaria de haver medidas diferenciadas por concelhos.

Portugal regista esta sexta-feira mais 14 mortes e 2.370 novos casos de Covid-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde a chegada da pandemia ao país, em março do ano passado, estão confirmados 17.703 óbitos e um milhão e 30 mil casos (1.030.791).

Na matriz de risco, o índice de transmissibilidade (Rt) subiu esta sexta-feira de 0,98 para 0,99.

A taxa de incidência nacional é de 312,7 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes. No continente é superior: 317,7 casos por 100 mil habitantes.

A partir de hoje os utentes poderão ser vacinados contra a Covid-19 em qualquer centro de vacinação de Portugal Continental à sua escolha, avança a “task force” do plano de vacinação.

Para poderem escolher o local de vacinação, basta recorrer ao sistema de senha digital da modalidade “Casa Aberta”, refere a equipa liderada pelo vice-almirante Gouveia e Melo.

Também a partir da mesma data, podem os utentes, independentemente da respetiva situação no processo de autoagendamento, apresentar-se em qualquer centro de vacinação.

Os horários da modalidade “Casa Aberta” encontram-se disponíveis no site da Direção-Geral da Saúde criado para o efeito.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+