Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Marcha-atrás no desconfinamento. Saiba o que muda em Lisboa, Albufeira e Sesimbra

24 jun, 2021 - 15:10 • Redação

Governo anunciou recuo nos concelhos do país a "vermelho", com mais de 240 casos de Covid-19 nas últimas duas semanas. A Área Metropolitana de Lisboa vai ter cerca no próximo fim de semana. Uma das exceções é para quem apresentar teste negativo à Covid-19.

A+ / A-

Veja também:


Os concelhos de Lisboa e Albufeira juntam-se a Sesimbra e recuam dois passos no desconfinamento devido ao aumento de casos de Covid-19, anunciou esta quinta-feira o Governo após uma reunião do Conselho de Ministros.

Estes três concelhos registaram mais de 240 casos de Covid por 100 mil habitantes nas últimas duas semanas.

As restrições para Lisboa, Albufeira e Sesimbra (que já estava no vermelho) são as seguintes:

  • Teletrabalho obrigatório quando as atividades o permitam;
  • Restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22h30 durante a semana e até às 15h30 ao fim de semana e feriados (no interior, com um máximo de 4 pessoas por grupo; em esplanada, 6 pessoas por grupo);
  • Espetáculos culturais até às 22h30;
  • Casamentos e batizados com 25 % da lotação;
  • Comércio a retalho alimentar até às 21h00 durante a semana e até às 19h00 ao fim de semana e feriados;
  • Comércio a retalho não alimentar até às 21h00 durante a semana e até às 15h30 ao fim de semana e feriados;
  • Permissão de prática de modalidades desportivas de médio risco, sem público;
  • Permissão de prática de atividade física ao ar livre até seis pessoas e ginásios sem aulas de grupo;
  • Eventos em exterior com diminuição de lotação, a definir pela DGS;
  • Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação.

Nova cerca na Grande Lisboa

A Área Metropolitana de Lisboa (AML) vai ter uma nova cerca no próximo fim de semana, para impedir deslocações e a entrada e a saída de pessoas.

Uma das exceções é para quem apresentar um teste PCR ou de antigénio negativo à Covid-19 nas últimas 48 horas ou certificado digital que já está disponível no site do Serviço Nacional de Saúde, avança Mariana Vieira da Silva.

O Governo decidiu que Portugal não tem condições para prosseguir o desconfinamento e vai meter travão, devido ao agravamento da situação pandémica.

A ministra da Presidência anunciou que não existem condições para prosseguir o plano de desconfinamento em Portugal, tendo em conta que o país se encontra “claramente na zona vermelha” da matriz de risco de controlo da pandemia.

“Portugal encontra-se, neste momento, claramente na zona vermelha da nossa matriz, pelo que não existem condições para prosseguir o plano de desconfinamento que estava previsto”, afirmou Mariana Vieira da Silva.

A incidência de novos casos de infeção por cem mil habitantes está, atualmente, nos 129,6 e o índice de transmissibilidade do vírus (Rt) nos 1,18 no território continental.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Americo Anastacio
    24 jun, 2021 Leiria 14:58
    E o presidente da Assembleia diz para os Portugueses se deslocaram em massa, para Sevilha afim de apoiar a seleção Nacional. Que País é este ? Estamos (des)governados por quem ? Que "gentalha" é esta ? Isto vai acabar mal. Deus queira que eu me engane.

Destaques V+