Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

"Portugal já não está no verde". Governo admite paragem no desconfinamento

17 jun, 2021 - 16:45 • Lusa

Ministra Mariana Vieira da Silva reconhece que a situação da pandemia de covid-19 é "mais preocupante" do que nas semanas anteriores.

A+ / A-

Veja também:


A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, admitiu hoje que Portugal venha a travar a passagem a uma nova fase de desconfinamento, prevista para a próxima semana, face à evolução negativa da situação epidemiológica da covid-19.

"Semanalmente, fazemos aqui a avaliação do ponto de situação a nível nacional e ela hoje afasta-se claramente da zona verde [da matriz de risco], o que significa que para a semana, quando estava prevista uma nova fase de desconfinamento, ela muito dificilmente com estes números - e se continuarem estes números - se poderá verificar", afirmou a governante em conferência de imprensa no final da reunião de hoje do Conselho de Ministros.

Mariana Vieira da Silva reconheceu também que a situação da pandemia de covid-19 é "mais preocupante" do que nas semanas anteriores e indicou a degradação dos indicadores da matriz: incidência, que em Portugal continental subiu para 90,5 casos por 100 mil habitantes e índice de transmissibilidade (Rt), que é agora de 1,13.

"A situação de Portugal já não é próxima do verde, é claramente entre a zona do amarelo e do vermelho, e isso significa que não temos condições para avançar", disse a ministra.

O Governo anunciou que vai ser retomada a proibição de circular de e para a Área Metropolitana de Lisboa (AML) durante os fins de semana.

A medida entra em vigor às 15h00 de sexta-feira e vigora até às 06h00 da manhã de segunda-feira.

Dez concelhos não avançam na fase de desconfinamento, determinou o Conselho de Ministros desta quinta-feira.

Do lado oposto, os concelhos de Alcanena, Paredes de Coura, Santarém e Vale de Cambra recuperaram as suas taxas de incidência e acompanham a maioria do país no plano de desconfinamento.

Em situação de alerta e em risco de abrandar no desconfinamento estão 20 concelhos: Alcochete, Águeda, Almada, Amadora, Barreiro, Grândola, Lagos, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Seixal, Setúbal, Sines, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira.

Em Portugal, morreram 17.057 pessoas dos 861.628 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim epidemiológico mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+