Tempo
|
A+ / A-

Marcelo evoca Almeida Henriques.“É uma morte que lembra como é importante levar a sério esta pandemia”

04 abr, 2021 - 10:29 • Marta Grosso

Presidente da República reage à morte, neste domingo, do presidente da Câmara de Viseu, vítima de Covid-19.

A+ / A-

“É com profundo pesar que o Presidente da República evoca o amigo e companheiro de muitas lides António Almeida Henriques”, lê-se no comunicado divulgado neste domingo por Belém.

Almeida Henriques, presidente da Câmara de Lisboa, morreu nesta manhã, vítima de complicações respiratórias decorrentes da infeção pelo vírus SARS-Cov-2.

“Homem Bom, dedicou a sua vida a Viseu e a Portugal, como autarca, como deputado nacional e europeu, como membro do Governo; deixa obra e deixa saudades, lembrando-nos como esta doença, que nos assola, é terrível e nos apanha assim, de surpresa e desprevenidos, deixando a meio tanto que ainda tinha a dar aos seus concidadãos”, escreve Marcelo Rebelo de Sousa.

“É uma morte que lembra como somos frágeis e como é importante levar a sério esta pandemia do nosso descontentamento”, sublinha ainda o Presidente, destacando que, apesar de o homem ter partido, “a sua obra não nos deixará”.

Marcelo termina a mensagem de pesar deixando “à família, em particular à esposa com quem tem estado em contacto, ao município de Viseu, aos seus amigos, sinceras condolências”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+