Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Vacina da Covid-19 pode ser obrigatória "se for muitíssimo eficaz"

21 ago, 2020 - 14:33

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, abre a possibilidade de uma futura vacina ser de toma obrigatória. A lei portuguesa permite fazê-lo, mas a responsável não fecha a decisão, e deixa-a para depois de se perceber qual o grau de eficiência.

A+ / A-

Veja também:


A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, disse esta sexta-feira, na habitual conferência de imprensa, que está a ser estudada a possibilidade da toma da vacina da Covid-19 ser obrigatória. No entanto, atirou para a frente uma decisão final, que revelou ainda não ter sido tomada.

A mesma responsável disse que a lei portuguesa permite que, num caso de doença contagiosa, a vacina possa ser obrigatória.

A diretora-geral da Saúde esclarece que, só depois de se perceber qual a eficácia da vacina, ou das diversas vacinas que estarão no mercado, é que essa opção que a legislação nacional dá será ou não accionada.

"Em relação à vacina ser obrigatória ou não, essa decisão não está fechada. A legislação portuguesa permite que em situação de epidemia e em defesa da saúde pública uma vacina possa ser obrigatória, mas creio que esta decisão terá de depender de uma análise profunda da sociedade – não só do setor da saúde -, mas das características da vacina."

A diretora-geral da Saúde considera que, "se a vacina for muitíssimo eficaz e o valor acrescentado para a saúde pública for muito grande, pode ser considerada uma metodologia de obrigatoriedade de vacinação. Se for uma vacina com grau de eficácia menor, pode ser ponderada outra opção".

Na mesma conferência de imprensa, Graça Freitas disse que grupos mais vulneráveis e cuidadores na área da saúde e setor social são as duas prioridades numa futura campanha de vacinação contra a Covid-19.

Portugal regista mais quatro mortes e 219 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde a chegada da pandemia ao país, no início de março, estão confirmados 1.792 óbitos e 55.211 infeções pelo novo coronavírus.

[em atualização]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • JOSÉ
    21 ago, 2020 PORTUGAL 19:28
    A Sra. Graça é tão irresponsável que os danos causados por causa do COVID são maiores do que o COVID!!!! Não teve capacidade e sentido de humanidade é gerir corretamente o que realmente era preciso. Oh, Sra Graça, quantas pessoas morreram por causa das medidas absurdas do COVID? Por favor apresente ao país esses números, ou vai guardá-los para sempre na sua consciência pesada?????? DEMITA-SE.
  • a
    21 ago, 2020 portugal 19:13
    Esta mulher devia ser imediatamente demitida. Gosta de mandar e dar os seus bytes como se fosse dona de tudo e de todos!! Não tem capacidade que essa decisão é do governo, presidente e assembleia da república. Que pena termos gente parva a assumir cargos sensiveis que merecem todo o respeito pela democracia! Enfim, coitada desta ditadora! Será familiar de Salazar??? Salazarista!!!!!!!!!!!!!!
  • Filipe
    21 ago, 2020 évora 18:54
    Milhares de pessoas vão morrer com efeitos secundários da vacina , provenientes de lotes obscuros de laboratórios de fachada . Obriguem os filhos e filhas dos Ministros a tomarem essa vacina . António Costa é a imagem perfeita de Hitler no genocídio de inocentes , crianças , doentes e velhos , tal e qual como os judeus selecionados para gaseamento nas câmaras da morte .

Destaques V+