Tempo
|
A+ / A-

Mais de três milhões para obras nos Mosteiros da Batalha e Alcobaça e Convento de Cristo

07 mai, 2020 - 18:39 • Maria João Costa

A Direção-Geral do Património Cultural recebeu, esta quinta-feira, a confirmação do reforço de verbas para as obras nos três monumentos classificados pela UNESCO.

A+ / A-

São três monumentos património cultural da Humanidade. Os Mosteiros da Batalha e Alcobaça e o Convento de Cristo, em Tomar, vão ser alvo de obras de conversação.

Em comunicado, esta quinta-feira, a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) explica que recebeu luz verde quanto a um reforço de verbas. São mais de 3 milhões de euros para obras.

A DGPC indica que “viu aprovada a reprogramação da candidatura que submeteu ao Programa Operacional do Centro, no âmbito do Portugal2020, para a intervenção nos três monumentos Património da Humanidade”. Do Fundo Europeu para o Desenvolvimento Regional (FEDER) vão chegar mais 3.223.581 euros para as intervenções nos três monumentos classificados pela UNESCO.

“Esta reprogramação temporal e financeira do financiamento provindo do Programa Operacional do Centro 2020, através do Fundo Europeu para o Desenvolvimento Regional, representa um aumento da despesa elegível no valor de 276.507,05” indica a DGPC em comunicado.

Uma das novidades é a inclusão do Mosteiro da Batalha na lista das empreitadas. Até ao final de junho do próximo ano a obra vai ter duas frentes. Por um lado, será feita a conservação e restauro dos claustros de D.João I e de D.Afonso V, por outro, será feita a adaptação de espaços para portarias e loja da DGPC. Assim a entrada e a saída do Mosteiro da Batalha serão alteradas. Está já a decorrer o processo de adjudicação da empreitada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+