Tempo
|
A+ / A-

Microsoft vai contratar cofundador da empresa de tecnologia OpenAI

20 nov, 2023 - 10:00 • Lusa

OpenAI é a empresa que lançou a plataforma de inteligência artificial ChatGPT e que conta com vários investidores, incluindo a Microsoft.

A+ / A-

A Microsoft vai contratar o cofundador da OpenAI, Sam Altman, anunciou esta segunda-feira o responsável pela empresa norte-americana, Satya Nadella, três dias após o anúncio da demissão de Altman da start-up dedicada à inteligência artificial (IA).

Sam Altman e Greg Brockman, cofundadores da OpenAI " vão juntar-se a outros colegas da Microsoft para liderar uma nova equipa de investigação de IA", declarou Nadella na rede social X. Referiu ainda que todos na Microsoft estão "ansiosos para conhecer Emmett Shear (novo CEO da OpenAI), a nova equipa de liderança e trabalhar com eles".

"Vamos trabalhar rapidamente para lhes fornecer os recursos necessários para o seu sucesso", declarou ainda o responsável da Microsoft.

Altman foi demitido pelo conselho de administração da OpenAI na sexta-feira, no que afigura ser uma luta interna pelo poder que apanhou de surpresa Silicon Valley (o principal ecossistema de tecnologia dos Estados Unidos), onde Altman é visto como um prodígio.

O cofundador da OpenAI, Greg Brockman, também se demitiu ao saber da notícia do despedimento de Altman.

Em comunicado, a administração disse que Altman "não foi consistentemente honesto nas suas comunicações", o que afetou a sua capacidade "de exercer as suas responsabilidades".

"O conselho de administração não confia mais na sua capacidade de continuar a liderar a OpenAI", dizia o comunicado, sem dar mais pormenores sobre a alegada não honestidade de Altman.

Altman foi cofundador e copresidente da OpenAI junto com Elon Musk, que deixou a empresa em 2018.

A empresa lidera os avanços em inteligência artificial generativa desde que lançou há um ano o ChatGPT, um chatbot que se tornou viral pela sua capacidade de conversar com pessoas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+