Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Espanha

Milhares manifestam-se em Madrid contra o governo de Sánchez

18 nov, 2023 - 11:53 • Salomé Esteves

Milhares de pessoas manifestam-se este sábado em Madrid contra o executivo de Pedro Sánchez, do PSOE, um dia depois da tomada de posse

A+ / A-

Cerca de 170 mil pessoas concentraram-se na manhã deste sábado na Praça das Cibeles, no centro de Madrid, em protesto contra o executivo de Pedro Sánchez, avança o jornal espanhol El País. Os dados são avançados pela Delegação do Governo. a organização estima que cerca de 1 milhão de pessoas se poderão juntar à manifestação durante o dia.

A manifestação foi convocada por Mariano Gamo, fundado do Fórum Cívico Espanha e ex-presidente da Sociedade Civil Catalã, sob o mote "Por Espanha, pela democracia e pela Constituição". A este movimento juntaram-se mais de 100 outras associações e organizações.

Os partidos Voz e PP, diz o jornal El mundo, já mostraram o seu apoio pela manifestação. Alfonso Serra, secretário-geral do PP, encorajou os madrilenos a manifestar-se pacificamente contra o acordo do PSOE com os independentistas catalãos e a favor da igualdade entre todos os espanhóis.

O município de Madrid prevê cortes de estradas e condicionamentos de trânsito na cidade durante todo o dia.

Já na passada quinta-feira, quatro mil epssoas se manifestaram em Madrid, diante da sede do PSOE, no dia em que Pedro Sánchez foi reeleito.

Pedro Sanchéz tomou posse na passada sexta-feira como primeiro-ministro de Espanha.

[Atualizada às 13:39 com o número de manifestantes]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+