Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Prigozhin na lista de passageiros de avião que caiu na Rússia

23 ago, 2023 - 18:12 • Ricardo Vieira

O avião fazia a ligação entre Moscovo e São Petersburgo. Ninguém sobreviveu. Líder do grupo de mercenários Wagner está na lista de passageiros, mas a sua morte não foi confirmada.

A+ / A-

Veja também:


O líder do grupo Wagner, Yevgeny Prigozhin, poderá ter morrido esta quarta-feira na queda de um avião na Rússia, avança a agência de notícias russa Tass, citada pela AFP.

O avião, um Embraer Legacy 600, fazia a ligação entre Moscovo e São Petersburgo. Prigozhin estava na lista de passageiros.

Dez pessoas morreram em resultado da queda do avião, três tripulantes e sete passageiros, segundo as agências de notícias russas.

O líder do grupo Wagner, Yevgeny Prigozhin, poderá ser uma das vítimas.

Citado pelo jornal "Financial Times", o ministro das Situações de Emergência da Rússia confirma que o ex-aliado de Vladimir Putin estava na lista de passageiros.

A autoridade de aviação Rosaviatsia vai iniciar uma investigação para apurar o que provocou a queda do avião, a norte de Moscovo.

“Foi iniciada uma investigação sobre o acidente do avião da Embraer ocorrido esta noite na região de Tver. De acordo com a lista de passageiros, entre eles está o nome e sobrenome de Yevgeny Prigozhin”, disse a Rosaviatsia, citada pela agência Reuters.

Yevgeny Prigozhin foi o protagonista de uma revolta contra o Presidente russo.

O líder do grupo Wagner mandou os seus mercenários retirar da Ucrânia e ordenou uma marcha até Moscovo, que acabou por ficar pelo caminho, após negociações lideradas pela Bielorrússia.

[notícia atualizada - agências russas corrigiram que Prigozhin está na lista de passageiros e não entre as vítimas]

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • EU
    23 ago, 2023 PORTUGAL 20:03
    Hoje OUVI muita coisa sobre este caso. Se o Homem ainda estiver vivo, EU virei aqui RR dizer umas coisas. Até lá.

Destaques V+