Tempo
|
A+ / A-

Ucrânia não quer Mário Machado a combater pelo país

23 mar, 2022 - 08:35 • Olímpia Mairos

Adido militar da Ucrânia em França garante que não são aceites combatentes com cadastro.

A+ / A-

O ativista de extrema-direita Mário Machado, que foi autorizado pelo tribunal a ir combater para a Ucrânia, não deverá participar nas ações de combate naquele país.

O Diário de Notícias (DN) escreve esta quarta-feira, citando o adido militar da Embaixada da Ucrânia em França, que “a ausência de condenação por crimes, comprovada através do registo criminal, é um dos critérios chave para a aceitação de candidatos na Legião Internacional de Defesa Territorial das Forças Armadas da Ucrânia”.

“A pessoa que refere não pode ser aceite”, garante ao jornal o coronel Sergii Malyk.

De acordo com o adido militar, “o nome de Machado será transmitido a todos os serviços”, esclarecendo que a Ucrânia não quer “indivíduos deste género” no país e quer impedir a infiltração de elementos criminosos e não confiáveis na Ucrânia e nas suas Forças Armadas”.

O Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa deferiu o pedido de Mário para “ir para a Ucrânia prestar ajuda humanitária e, se necessário, combater ao lado das tropas ucranianas”.

No período em que estiver naquele país, deixará de estar obrigado de cumprir a medida de coação de apresentações quinzenais numa esquadra.

O assumido neonazi é arguido num processo de incitamento ao ódio racial e violência. Está, também, indiciado pelo crime de posse de arma proibida.

O Ministério Público vai anunciou que vai interpor recurso da decisão que permite a Mário Machado sair do país para combater na Ucrânia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+