Tempo
|
A+ / A-

Ucrânia denuncia ciberataque contra Ministério da Defesa e bancos

15 fev, 2022 - 18:04 • Redação

Apesar de não indicar culpados, o orgão que pertence ao Ministério da Cultura ucraniano deixou implícito que a Rússia pode ter sido responsável.

A+ / A-

O Governo da Ucrânia anunciou esta terça-feira que os sites do Ministério da Defesa e de dois bancos foram alvo de ataques informáticos.

O ciberataque deixou o site do Ministério da Defesa de Kiev inacessível, avança o Centro de Comunicações Estratégicas e Informação de Segurança.

Apesar de não indicar culpados, o orgão que pertence ao Ministério da Cultura ucraniano deixou implícito que a Rússia pode ter sido responsável.

"Não descartamos que o agressor usou táticas sujas, porque os planos agressivos não estão a funcionar a larga escala", lê-se, numa declaração do Centro de Comunicações Estratégicas.

A Ucrânia já responsabilizou o regime de Putin por ataques semelhantes, desde que a Rússia começou a colocar tropas perto da fronteira entre os dois países.

Esta terça-feira, o presidente russo garantiu que não quer uma guerra na Europa e, por isso, avançou com uma proposta para iniciar um processo de negociações. Vladimir Putin confirmou a "retirada parcial" de tropas estacionados junto à fronteira com a Ucrânia.

[Notícia atualizada 18h30]

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+