A+ / A-

Rússia

Tiroteio em universidade russa faz seis mortos e 28 feridos

20 set, 2021 - 08:56 • Filipe d'Avillez com agencias

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram pessoas a saltar da janela do primeiro andar da universidade, para escapar do local.

A+ / A-

Pelo menos seis pessoas morreram e 28 ficaram feridas num tiroteio numa universidade na Rússia.

As autoridades fizeram um novo balanço, retirando duas vítimas mortais em relação às informações iniciais.

O Presidente russo, Vladimir Putin, qualificou o ataque como uma "grande desgraça" para o país.

"É uma grande desgraça não só para as famílias que perderam uma criança, mas para todo o país", afirmou Vladimir Putin, em declarações transmitidas pela televisão, apelando também às forças da ordem para esclarecerem os motivos do atirador.

O incidente aconteceu em Perm, cidade a cerca de 1.500 quilómetros de Moscovo.

Segundo a imprensa, o atirador disparou sobre alunos e professores, levando muitos a trancar-se nas salas de aula.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram dezenas de pessoas a escapar do edifício da universidade, saltando da janela do primeiro andar.

Não é claro se os feridos foram todo baleados ou se alguns se magoaram a saltar da janela.

O alegado atirador foi detido pelas autoridades e estará ferido, mas não se sabe ainda qual foi a motivação para o sucedido.

Segundo o comité de investigação, citado pela agência russa TASS, trata-se de um aluno da própria universidade.

Vladimir Putin já enviou as suas condolências aos familiares das vítimas e mandou dois ministros do seu Governo até Perm para darem assistência às autoridades locais.

[notícia atualizada - número de mortes revisto de oito para seis]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+