A+ / A-

​Portugal ganha estádio com nome de Papa Francisco

04 mai, 2017 - 07:10 • Maria João Costa

Espaço vai ser a sede da operação de segurança durante a visita de Francisco.
A+ / A-

O Estádio Municipal de Fátima vai mudar de nome. “À chegada do Santo Padre vai ser descerrada uma lápide que atribui o nome Papa Francisco ao estádio”, revela à Renascença o padre António Pereira, dirigente do Centro Desportivo de Fátima.

Por estes dias, naquele local pintam-se os muros e ultimam-se os preparativos. Mas estas não vão ser as únicas mudanças. Sai de cena o futebol, entra em campo a segurança, pois este espaço vai servir de base à operação montada para a deslocação a Portugal.

“O estádio vai ficar completamente controlado pelas forças de segurança durante esse tempo. Vai ali ser feita uma base de acompanhamento e sabemos que não podemos usar o estádio durante esses dias”, explica.

Mas a 14 de Maio, a equipa do Fátima entra em campo na esperança de subir à segunda liga, frente ao Louletano do Algarve. “É o último jogo do campeonato. Dificilmente, mas poderá ser a subida do Fátima à segunda Liga. É o último jogo da temporada e o primeiro do Estádio Papa Francisco”, diz.

O padre António Pereira recorda que por ali já passaram jogadores como Nelson Semedo e William Carvalho e o treinador benfiquista Rui Vitória.

“Não misturamos religião com desporto, unicamente fazemos sentir que Fátima é Fátima e, portanto, quem veste a camisola do Fátima tem uma responsabilidade acrescentada”, sublinha o diriegente, ele próprio antigo jogador de futebol.

“Penso que o desporto é um espaço não apenas de lazer mas também de formação de valores. É isso que nos impele a estarmos no desporto para que as crianças e jovens possam adquirir ali uma formação desportiva e também cívica. É uma presença da igreja no desporto”, remata.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • AM
    04 mai, 2017 Lisboa 12:32
    Tanta coisa com a N Sra. de Fátima, e ninguêm fala na amarga vitória da batalha de La Lys, na Flandres? Foram os Portugueses, com o seu total contingente, na Flandres, que fez a N. Sra. aparecer... Não foram os pastorinhos... Seus hipócritas! Camelos!