Tempo
|
A+ / A-

Português ferido nos atentados em Bruxelas perdeu a audição num ouvido

23 mar, 2016 - 09:42

André Pinto já falou à Renascença. É condutor de autocarro em Bruxelas.

A+ / A-

Veja também:


André Pinto foi o segundo cidadão português identificado como vítimas dos atentados de terça-feira em Bruxelas. Estava no metro de Maelbeek na altura da explosão.

Natural de Santa Marta de Penaguião, André Pinto, de 27 anos, tem ferimentos ligeiros num pé e diz ter pedido a audição do ouvido direito. É condutor de autocarro na empresa STIB, que serve a capital belga.

Também à Renascença, o conselheiro das comunidades portuguesas na Bélgica, Pedro Rupio, admite que possa haver mais portugueses afectados pelos atentados, dada a extensão da comunidade lusa na capital belga. Não há, contudo, dados que nesta altura possam ser avançados ou confirmados.

Até agora havia conhecimento de apenas uma vítima portuguesa – uma mulher de 30 anos, que ficou ferida também na explosão ocorrida na estação de metro de Maelbeek.

Natural de Coimbra, a portuguesa foi assistida no hospital e "encontra-se fora de perigo", já está em casa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+