A+ / A-

Incêndio em Mação. "Meios no terreno são os apropriados"

22 jul, 2019 - 13:09 • Cristina Nascimento

"A partir das 15h00/16h00, o vento vai intensificar-se e sofrer uma rotação", disse o comandante da Proteção Civil Pedro Nunes.
A+ / A-

Veja também:


A Autoridade Nacional de Proteção Civil mostra-se preocupada com as previsões meteorológicas que apontam para uma intensificação e mudança de sentido do vento, mas garante que os meios existentes no terreno são os apropriados.

"A partir das 15h00/16h00, o vento vai intensificar-se e sofrer uma rotação", disse o comandante da Proteção Civil Pedro Nunes. Ainda assim, o comandante não prevê um reforço de meios.

“Os meios que nós temos neste teatro de operações, o efetivo quer humano, quer de meios aéreos, meios terrestres, afigura-se para já como o apropriado”, garantiu, aludindo, no entanto, à dificuldade da situação.

“Tudo o que há de bom em Portugal e com capacidade de trabalho aéreo, terrestre, técnico, uso do fogo e análise está reunido neste teatro de operações. Mais não temos. Como era uma situação complexa fomos buscar a todas as entidades, porque todos somos poucos para resolver um problema tão complexo.”

Sobre eventuais falhas nos sistemas de comunicação, Pedro Nunes revela que há uma equipa a monitorizar permanentemente o SIRESP e que, até ao momento, não há registo de qualquer falha.

Nesta conferência de imprensa, foi revelado ainda que, durante a manhã, dois operacionais ficaram feridos sem gravidade, subindo assim para 12 o número total de feridos (11 ligeiros e um grave).

Este incêndio que lavra no distrito de Castelo Branco deflagrou no sábado, pouco antes das 15h00. Há mais de mil operacionais no combate às chamas.


guialiga19_20_banner
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.