A+ / A-

Quando Casillas pendurar as luvas, será o próprio a fazer o anúncio

17 mai, 2019 - 16:18 • Redação

O guarda-redes espanhol, que esta sexta-feira visitou o plantel do FC Porto, no Olival, garante que está "muito bem".
A+ / A-

Iker Casillas esclareceu, esta sexta-feira, que quando terminar a carreira de guarda-redes, será ele próprio a fazer o anúncio.

O espanhol do FC Porto sofreu um enfarte do miocárdio, a 1 de maio, que deixou a sua continuidade na alta competição em dúvida. Recentemente, surgiram notícias de que Casillas estaria prestes a anunciar o final da carreira. No Twitter, esta sexta-feira, o guarda-redes deixou um esclarecimento.

"Retirar-me, haverá um dia em que tenha de retirar-me. Deixem-me anunciar a notícia quando chegue esse momento. Por agora, tranquilidade. Ontem, tive uma consulta com o Dr. Filipe Macedo [que está a tratar o problema de coração de Casillas. Está tudo muito bem. Isso sim é uma grande notícia, que queria partilhar com todos", escreveu o guardião, no Twitter.

A visita ao plantel e a conversa com Sérgio

Esta sexta-feira, Casillas visitou o plantel do FC Porto, no Olival. Ocasião que os dragões registaram nas redes sociais. Sérgio Conceição falou com o espanhol, mas não sobre um possível regresso à competição.

"Falei com ele, primeiro do estado de saúde, da forma como a família também encarou esta situação. Falámos um bocadinho da situação familiar. Em termos profissionais não toquei em nada, ele sabe que tem um processo moroso pela frente onde vai ser preciso ser o que ele foi no futebol, cheio de espírito positivo, e grande fé para passar este momento. Depois veremos se está em condições de continuar e que papel terá num futuro próximo na estrutura do FC Porto. O presidente saberá dar uma resposta", afirmou o técnico, em conferência de imprensa.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.