A+ / A-
Europeias

"Quantas vezes viu Costa de helicóptero?" Rangel pede "serenidade e elevação"

15 mai, 2019 - 13:38 • Pedro Filipe Silva

Em visita à Fundação Champalimaud, candidato do PSD acabou a responder ao primeiro-ministro sobre "política do helicóptero".
A+ / A-

A visita de Paulo Rangel, esta quarta-feira de manhã, à Fundação Champalimaud tinha um objetivo claro: apresentar o Programa Europeu de Luta Contra o Cancro, a primeira proposta do manifesto eleitoral do PSD às eleições europeias.

Rangel reuniu-se com a comunidade científica, que lhe entregou um documento onde é feito um apelo para que sejam tidos em conta vários pilares da investigação científica. O candidato social democrata teve ainda oportunidade de visitar os laboratórios e a ala clínica da Fundação, ao lado da presidente da, Leonor Beleza.

Depois desta visita, a ciência acabou por ficar de lado e o tema da viagem de helicóptero acabou por vir ao de cima, com Rangel a responder ao primeiro-ministro, após António Costa o ter acusado de fazer uma campanha suja e negra e de fazer "política de helicóptero". A resposta de Rangel: "serenidade e elevação".

"Este debate é tão infantil posto desta maneira. Quantas vezes viu António Costa de helicóptero?", perguntou Rangel aos jornalistas. "Ele já andou mais vezes do que eu. Por isso recomendo serenidade e elevação para se combater a abstenção."

O remate com rima veio antes de o cabeça-de-lista do PSD às europeias seguir para um passeio de barco pelo rio Tejo, na companhia de Rui Rio, a propósito de um encontro com mulheres sociais democratas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.