Tempo
|
A+ / A-

Que aplicações estão a aceder aos seus dados no Facebook?

20 mar, 2018 - 13:02 • Rui Barros

O caso do acesso a dados de 50 milhões de utilizadores deverá tê-lo deixado a pensar sobre quem está a aceder aos seus dados. A Renascença ajuda-o a descobrir.

A+ / A-
Três formas de proteger os seus dados sem eliminar a conta do Facebook
Três formas de proteger os seus dados sem eliminar a conta do Facebook

Veja também:


As revelações sobre a forma como a Cambridge Analytica recorreu aos dados dos utilizadores do Facebook para influenciar as eleições nos Estados Unidos levantam, novamente, o debate sobre as políticas de privacidade da rede social.

Se já utilizou algum dos "quizzes" de personalidade, aplicações que modificam a sua fotografia de perfil ou iniciou sessão com a sua conta de Facebook noutro site, já terá dado autorização para que a empresa por detrás dessa aplicação use alguns dos seus dados. Foi precisamente assim que a Cambridge Analytica recolheu os dados dos eleitores norte-americanos.

Nesse caso, os dados eram recolhidos por um teste de personalidade. Quem usava a aplicação pensava estar a colaborar numa investigação académica, mas a verdade é que os dados acabaram por ser usados na criação de perfis para influenciar o eleitorado.

Como prevenir?

Felizmente, o Facebook permite gerir esta informação: basta clicar aqui ou, se preferir, entrar na rede social e, no canto superior direito, clicar na pequena seta e escolher “definições”.

Na página aberta, clicar em “apps” para ver as aplicações em uso.

Privacidade da aplicação Instagram.

Se clicar numa das aplicações, pode ver não só a informação que esta recolhe sobre si, bem como aquilo que ela está autorizada a fazer “em seu nome” na rede - como publicar no seu perfil, por exemplo.

Caso não reconheça ou não se sinta confortável em partilhar certo tipo de informação, pode, simplesmente, pedir para negar o acesso aos seus dados clicando no botão em forma de “x”.

Ainda assim, negar o acesso aos dados da sua conta não impede o acesso das aplicações que os seus amigos usam. Pode evitar que estas aplicações acedam aos seus dados dirigindo-se à mesma página e editando a secção "Aplicações que os outros usam".

Facebook, Cambridge Analytica e Kogan assumem responsabilidades, mas negam ter culpas do uso de dados
Facebook, Cambridge Analytica e Kogan assumem responsabilidades, mas negam ter culpas do uso de dados
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.