Tempo
|
A+ / A-

Bispo, padres e freiras detidos em Washington. Tudo como planeado

27 fev, 2018 - 20:00 • Filipe d'Avillez

Protesto simbólico visava manifestar solidariedade com os “dreamers”, imigrantes ilegais que chegaram aos Estados Unidos ainda crianças e que agora correm risco de deportação.

A+ / A-

O bispo John Stowe, de Lexington, nos Estados Unidos, foi hoje detido no senado, em Washington, juntamente com dezenas de padres, freiras e leigos.

Do ponto de vista dos detidos, portanto, o dia foi um sucesso.

Cerca de 200 líderes cristãos reuniram-se em Washington para protestar contra o possível fim de um programa que protege os imigrantes ilegais que chegaram ao país ainda em crianças, de serem detidos e deportados. Estes imigrantes são conhecidos como “dreamers”.

Atualmente os “dreamers” beneficiam da proteção de um programa chamado DACA – Deferred Action for Childhood Arrivals. Mas Trump ameaça acabar com o programa caso o congresso não aprove o financiamento para construir o muro de separação na fronteira com o México.

O objetivo dos manifestantes era cometer um ato de desobediência civil num edifício do senado, sabendo que possivelmente seriam detidos.

Num artigo publicado esta terça-feira na agência Religion News Service, o padre jesuíta e ativista Thomas Reese explica que vai participar e conta ser detido, mas que encara isso como um ato de solidariedade. “Numa altura em que os ‘dreamers’ são sujeitos a detenção e deportação, ser detido é um gesto simbólico de solidariedade com membros ameaçados da nossa comunidade. Enquanto jesuíta sinto isto de forma especial, porque milhares destes ‘dreamers’ foram nossos alunos e paroquianos. São nossos amigos e colegas”.

O jesuíta explica ainda que para participar neste evento foi necessário obter autorização do seu superior provincial. “Não só recebi essa autorização, como o padre Scott Santarosa encarregou-me de o representar a ele e à nossa província. Ele acredita que os jesuítas deviam denunciar esta situação”, refere Reese, que também foi detido, mas não sem antes discursar perante os presentes, defendendo que esta luta não é política, mas sim moral. O bispo John Stowe deu a sua bênção aos manifestantes.

Não são ainda conhecidas as medidas de coação a que serão sujeitos os detidos, mas espera-se que sejam libertados ainda esta terça-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • mara
    02 mar, 2018 Portugal 00:09
    Ao ouvir o eu primeiro discurso disse-me: se votasse na América jamais o faria neste homem deve ser horrível, até agora ainda não achei nada de meritório na sua governação e esta atitude é simplesmente horrorosa...este tipo não respeita nada nem ninguém é horrendo.

Destaques V+