Tempo
|

Vaticano coloca a bola novamente no campo dos "lefebvrianos"

16 mar, 2012 • Filipe d'Avillez

Santa Sé considera insuficientes os esclarecimentos prestados pela Sociedade de São Pio X, mas não fecha as portas a um futuro entendimento.

Vaticano coloca a bola novamente no campo dos "lefebvrianos"
O Vaticano respondeu hoje à Sociedade Sacerdotal de São Pio X (SSPX), que reúne os seguidores do Arcebispo Lefebvre, dizendo que ainda não estão reunidas as condições para sanar a ruptura entre as duas entidades e convidando o superior da Sociedade a voltar a clarificar a sua posição até ao dia 15 de Abril.

Os tradicionalistas da Sociedade de São Pio X estão em ruptura com Roma desde que Lefebvre ordenou quatro bispos sem autorização do Papa, tendo sido excomungado. Há vários anos que a Santa Sé e a Sociedade estão em conversações para tentar sanar a ruptura, algo que o Papa deseja muito, pode-se ler na nota, hoje publicada no site do Vaticano.

Depois de vários encontros a Santa Sé apresentou à SSPX em Setembro de 2011 a proposta de uma estrutura autónoma dentro da Igreja Católica caso aceitasse um preâmbulo doutrinal, cujo conteúdo foi mantido em sigilo.

A Sociedade respondeu em Janeiro de 2012, mas segundo fontes citadas na altura pela imprensa italiana, em vez de um sim ou não claro, limitou-se a enviar documentação para clarificar as suas posições.

Essa resposta foi agora considerada insuficiente pelo Vaticano que, todavia, não fecha as portas a um futuro entendimento, pedindo à SSPX que reveja a sua resposta.

A Sociedade de São Pio X é composta por algumas centenas de milhares de fiéis, milhares de padres e seminaristas e quatro bispos. Os seus membros rejeitam muitas das inovações do Concílio Vaticano II, sobretudo a reforma litúrgica, a abertura ao diálogo inter-religioso e ecuménico e a aceitação do princípio da liberdade religiosa.