Tempo
|

França vai rever objectivo do défice

23 fev, 2013

François Hollande deixa esta certeza depois de Bruxelas ter estimado que o défice público terá ficado nos 4,6%.

França vai rever objectivo do défice

O presidente francês, François Hollande, reconhece que a França vai ter de rever o objectivo para o défice este ano e acrescenta que o Estado deve avançar com novas medidas de desenvolvimento, sem recorrer à austeridade.

Hollande falava numa conferência de imprensa no Salão de Agricultura de Paris, um dia depois de Bruxelas ter estimado que o défice público terá ficado nos 4,6% do produto interno bruto (PIB).

"Estamos obrigados a rever os nossos objectivos. (...) Admito que não é 3%, mas estamos num caminho que demonstra um esforço saudado pelo Tribunal de Contas e pela Comissão Europeia e esse esforço vai manter-se, para chegar ao equilíbrio no final do quinquénio", disse.

Para chegar, disse, "não há necessidade de acrescentar austeridade", mas sim de cumprir objectivos, melhorar a competitividade e desenvolver sem aplicar medidas que travem o investimento e o consumo.

O Chefe de Estado francês diz que "já se pediu muito ao consumidor e às administrações, mas há que desenvolver" e apostar no crescimento, porque esta é a maneira de chegar "mais facilmente à redução do défice".