Tempo
|

Fotogaleria

Luz, cor e fogo de artifício. Árvore de Natal gigante ilumina Lisboa

01 dez, 2023 - 21:33 • Ricardo Vieira

O presidente da Câmara de Lisboa fez a contagem decrescente em uníssono com milhares de pessoas, na Praça do Comércio.

A+ / A-
Árvore de Natal na Praça do Comércio. Fotos: Manuel de Almeida/Lusa (clique na seta para ver a fotogaleria)
Árvore de Natal na Praça do Comércio. Fotos: Manuel de Almeida/Lusa (clique na seta para ver a fotogaleria)

Uma árvore gigante, luz, cor, fogo de artifício e música. A temporada de Natal oficialmente aberta esta sexta-feira na cidade de Lisboa.

As luzes da árvore de Natal, instalada na Praça do Comércio, foram ligadas pelas 17h30 desta sexta-feira. A cerimónia estava inicialmente prevista para quinta-feira, mas foi adiada um dia devido ao temporal que se abateu sobre a cidade.

O presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, fez a contagem decrescente em uníssono com milhares de pessoas, que aproveitaram o feriado do 1.º de Dezembro, Dia da Independência, para assistirem ao ligar as luzes de Natal no coração da capital.

"Está tudo preparado. Vamos ter a nossa Lisboa bonita e cheia de luz. Esta cidade luz e de alegria. Vamos começar. 3, 2, 1...", disse Carlos Moedas. A Árvore de Natal da Praça do Comércio iluminou-se e "soltaram-se" os fogos de artifício.

O espetáculo continuou com música do grupo Anjos, conhecido pela música "Nesta noite branca", dedicada à quadra natalícia.

As luzes de Natal em Lisboa vão estar a funcionar até ao dia 6 de janeiro, nos seguintes horários: de domingo a quinta-feira das 17h30 às 23h00; de sexta-feira a sábado das 17h30 às 24h00; no Dia de Natal e noite da passagem de ano das 17h30 à 01h00.

De acordo com a autarquia, "as iluminações totalizam + de 190 km de luz, cerca de 2 milhões de lâmpadas de baixo consumo LED, permitindo uma poupança energética de 80%".

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+