Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022

Covid-19 em Portugal

Há menos concelhos em risco máximo. Monchique passa de moderado a extremo

08 fev, 2021 - 15:06 • Joana Gonçalves

Monchique era, na semana passada, o município com menor nível de incidência em Portugal continental. De acordo com a última atualização da DGS, o concelho está agora em risco máximo.

A+ / A-

Veja também:


Portugal regista um decréscimo de 15 concelhos na lista de risco máximo de infeção pelo novo coronavírus.

De acordo com a última atualização da Direção-Geral da Saúde, 219 municípios registaram uma taxa de incidência acumulada superior a 960 casos por 100 mil habitantes, entre 20 de janeiro e 2 de fevereiro.

No total, são 197 os concelhos que apresentam um decréscimo de novos casos de Covid-19. Góis (-2.050), Sernancelhe (-1.928), Penalva do Castelo (-1.884) e Penedono (-1.698) lideram a lista. Todos fazem parte da região Centro do país.

A contrariar a tendência está o concelho de Monchique. Em apenas uma semana, o munícipio, que apresentava a menor incidência de casos de Covid-19 em Portugal continental, passou de risco moderado a extremo.

Os últimos dados apontam para 69 casos positivos e uma vítima mortal, resultantes de um surto de no Lar da Santa Casa da Misericórdia de Monchique (SCMM). Este acontecimento pode estar na origem do repentino aumento de risco na localidade.

O concelho está entre os cinco que apresentam uma maior variação de incidência (+1.223), juntamente com Fronteira (2.253), Vila de Rei (1.474), Sabugal (+1.219) e São João da Pesqueira (1.123). Ao todo são 102 os municípios com aumento de novos casos.

Com zero casos de infeção está apenas o concelho de Velas, na Região Autónoma dos Açores.

A Direção-Geral da Saúde divulga, desde dia 16 de novembro, o mapa de incidência cumulativa de infeção por município. O indicador corresponde ao número de novos casos nos últimos 14 dias por 100 mil habitantes.

Este é um dos três critérios adotados pelo Governo português na avaliação de risco de infeção de cada concelho. Foram definidos quatro níveis de risco: moderado, elevado, muito elevado e extremamente elevado.

Os níveis diferem em número de incidência. Municípios com incidência inferior a 240 casos por 100 mil habitantes integram a lista de risco moderado.

Na lista de risco elevado entram os concelhos com uma incidência entre 240 e 480 casos por 100 mil habitantes. Segue-se o risco muito elevado, entre 480 e 960.

No nível máximo de risco - extremamente elevado - estão os concelhos com mais de 960 casos por 100 mil habitantes.

De acordo com os mais recentes dados da DGS, Portugal regista mais 196 mortes e 2.505 casos de Covid-19. É o número mais baixo de óbitos desde 18 de janeiro e de infeções desde dia 3 do mês passado.

Nos hospitais portugueses estão internadas 6.344 pessoas com o novo coronavírus, são mais 96 doentes desde ontem.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+