Tempo
|
A+ / A-

Sporting

Rúben Amorim: "Os resultados é que vão ditar o meu futuro"

30 nov, 2022 - 23:08 • Redação

Treinador valoriza resultados acima da renovação do contrato. Sporting goleou o Farense, por 6-0, na estreia na Taça da Liga.

A+ / A-

Rúben Amorim sublinha que o seu futuro no Sporting continua a depender dos resultados, apesar da renovação de contrato até 2026.

Em declarações à Sport TV, esta quarta-feira, após a goleada (6-0) ao Farense, na estreia na Taça da Liga, o treinador do Sporting valorizou os resultados acima da duração do contrato, no que ao futuro diz respeito. Para Rúben Amorim, importante, acima de tudo, é "ter um caminho".

"Se conseguimos ter êxitos ou muitos êxitos ou poucos êxitos ou nenhum êxito também depende muito do futebol e da sorte. Agora, é o manter de uma ideia, sabendo que estes jogadores vão dar tudo pelo Sporting. Um treinador que gosta de estar cá, mas que luta pela vida todos os dias e, independentemente de ter um contrato de mais três anos, é o mesmo de sempre: os resultados é que vão ditar o futuro. Mas o caminho e a ideia são muito claros para nós", salientou.

Elogios para Essugo, Mateus Fernandes e Jovane


Rúben Amorim considera que o Sporting foi "muito competente" frente ao Farense e realçou o facto de a equipa ter criado muitas oportunidades e não ter sofrido golos: "Isso é muito importante para nós."

Num jogo com "resultado justo", o treinador lançou Dário Essugo de início e Mateus Fernandes na segunda parte. O primeiro saiu ao intervalo, por ter amarelo, mas Amorim gostou do que viu dos dois médios.

"Já não é a primeira vez que o Dário fica limitado com um amarelo, o que tem impacto num jogador que tem de parar as transições a toda a hora. Mas fez um excelente jogo, cada vez está mais adulto e mais forte e está no bom caminho. Mateus muito solto, com boa capacidade, foi o melhor jogo [dele]. O jogo também ajudou", destacou.

Rúben Amorim também fez questão de realçar a atitude de Jovane Cabral, que cedeu o penálti do 6-0 a Mateus Fernandes.

"As pessoas não imaginam como o Jovane precisa de um golo. E foi ele mesmo que quis dar o penálti ao Mateus", enalteceu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+