Tempo
|
A+ / A-

Mundiais de Natação

"O Diogo Ribeiro está no momento de forma exigido para ser campeão do mundo"

12 fev, 2024 - 12:10 • João Fonseca , Hugo Tavares da Silva

José Machado, o diretor desportivo da Federação Portuguesa de Natação, admite início tímido da comitiva portuguesa em Doha, nos Mundiais, e espera algo especial de Ribeiro. A final dos 50m mariposa é às 16h46

A+ / A-

O ouro nos 50 metros mariposa nos Mundiais de natação é um objetivo realista. É isso que sugere, em declarações a Bola Branca, José Machado, o diretor desportivo da Federação Portuguesa de Natação (FPN).

“O Diogo está no momento de forma exigido para poder discutir a melhor posição, que é ser campeão do mundo”, garante Machado. “Estamos a falar de um nadador que, no último Mundial, foi vice-campeão do mundo [Fukuoka, Japão, julho de 2023, atrás do italiano Thomas Ceccon]. O Diogo entrou com melhor tempo neste campeonato, portanto é de certeza a aspiração dele.”

Apesar de considerar que o arranque da comitiva portuguesa em Doha, no Catar, não foi o esperado pela federação, José Machado coloca algumas fichas na participação de Diogo Ribeiro, de 19 anos e campeão mundial de juniores em 50m mariposa (setembro 2022), que terá também esse objetivo bem definido. O nadador português foi o quarto mais rápido das meias-finais (23,18 segundos), atrás de Michael Andrew (22,94’’), Dylan Carter (23,15’’) e Mario Mollayanes (23,17’’).

O concorrente principal é o norte-americano Andrew, define o diretor desportivo da FPN. “É um concorrente forte, é provavelmente o maior da prova de 50 metros. É um nadador que tem muita experiência, mas, de qualquer maneira, tenho alguma dúvida de que ele consiga fazer melhor do que a melhor marca do Diogo. Portanto, abre-se essa expectativa…”

Apesar de todas as ideias, previsões e opiniões, o desfecho é imprevisível, pois trata-se de uma corrida de velocidade, uma mera pista. “A diferença entre o primeiro e último vai ser inferior a três metros. Qualquer pormenor que falhe dá cabo de todas as aspirações, é preciso que tudo corra de feição. Estou certo que o Diogo sabe o que é preciso para que isso aconteça”, diz à Renascença.

A participação de Diogo Ribeiro (16h46) nos Mundiais de natação não será a única da comitiva portuguesa esta segunda-feira. Durante o dia entram na piscina Tamila Holub (1.500m livres), Camila Rebelo (100m costas e 100m bruços), Gabriel Lopes (100m), Francisco Quintas (100m bruços) e Mariana Cunha (100m mariposa).


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+