Tempo
|
A+ / A-

Ténis

Djokovic conquista Wimbledon, mas cai para sétimo no "ranking"

11 jul, 2022 - 11:05 • Redação com Lusa

Apesar do triunfo frente ao australiano Nick Kyrgios, que lhe garantiu o 21.º torneio do Grand Slam da carreira, Djokovic desceu quatro lugares na classificação.

A+ / A-

O sérvio Novak Djokovic, que no domingo conquistou o sétimo título em Wimbledon, desceu do terceiro para o sétimo lugar da hierarquia do ténis mundial, devido ao facto de este ano o torneio londrino não pontuar para o "ranking" ATP.

Apesar do triunfo frente ao australiano Nick Kyrgios, que lhe garantiu o 21.º torneio do Grand Slam da carreira, Djokovic desceu quatro lugares na classificação, uma vez que perdeu os dois mil pontos conseguidos com a vitória em Wimbledon, no ano passado, quando derrotou na final o italiano Matteo Berrenttini.

A tabela continua a ser liderada pelo russo Daniil Medvedev, impedido pelos organizadores de disputar o torneio de Wimbledon, tal como os jogadores bielorrussos, devido à invasão armada à Ucrânia.

A decisão da organização do torneio londrino foi reprovada pela Associação de Tenistas Profissionais (ATP), que decidiu não atribuir pontos pela prestação na prova, que terminou no domingo.

Nick Kyrgios, derrotado na final em quatro sets (4-6, 6-3, 6-4 e 7-6 (7-3)), também foi prejudicado pela não atribuição de pontos, descendo cinco lugares na classificação, na qual ocupa o 45.º posto.

O espanhol Rafael Nadal, que devido a uma lesão desistiu do torneio de Wimbledon um dia antes da meia-final frente a Kyrios, foi o principal beneficiado pela decisão de não distribuir pontos, subindo do quarto para o terceiro posto, logo atrás do alemão Alexander Zverev, que continua afastado da competição, devido a lesão.

Entre os portugueses, João Sousa, afastado do torneio de Wimbledon na primeira ronda, mantém o 60.º posto, Nuno Borges, que também caiu na jornada inaugural, subiu oito lugares e alcançou a sua melhor classificação de sempre, na 115.ª posição, e Gastão Elias, caiu sete lugares, ocupando o 194.º lugar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+