Tempo
|
A+ / A-

Ténis

Djokovic está a ser tratado "como um preso"

06 jan, 2022 - 15:05 • Redação

Autoridades australianas impediram a entrada do tenista por não estar vacinado contra a Covid-19.

A+ / A-

Os pais de Novak Djokovic dizem que o tenista está "a ser tratado como um preso", depois das autoridades australianas terem cancelado o visto do sérvio e recusarem a entrada no país.

O número 1 do “ranking” ATP não deu provas suficientes para comprovar a “exceção médica” que disse ter para entrar na Austrália sem estar vacinado contra a Covid-19.

"O caso não tem nada a ver com desporto, foi meramente político. Estão a mantê-lo como um preso, não é humano e não é justo", dizem os pais, em entrevista aos jornalistas sérvios, citado pela BBC.

De acordo com o site “The Age”, Djokovic foi informado de que tem de deixar o país durante o dia de hoje. Os advogados do sérvio estarão já a preparar um recurso na tentativa de travar a deportação.

A confirmar-se o regresso a casa, Djokovic fica impedido de disputar o Open da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Petervlg
    06 jan, 2022 Trofa 16:36
    Não tem vacina, não entra, ponto. Vamos ver se o dinheiro fala mais alto.

Destaques V+